BRASÍLIA – Apesar de todo o esforço do governo federal, a reforma da previdência terá muitas dificuldades para passar no congresso, é notório o desgaste do Temer após segunda denuncia que foi arquivada pelos parlamentares. Nesse processo todos perceberam que sua votação foi de apenas 251 votos com as ausências foi o suficiente para escapar, porem no caso da reforma da previdência é necessário dois terços pois se trata de uma emenda a constituição, algo que não teve na ultima votação.

Segundos deputados da opsição com à aproximação das eleições e grande parte de deputados da base teme ter dificuldade na sua releição dai não votar temas impopulares, como o caso da reforma da previdência, apesar de estar colado em um governo impopular.

Já base do governo acredita em aprovação minima da reforma minima para garantir força diante o mercado financeiro para que tenha uma sobrevida o suficiente para aumentar o seu índice de popularidade que anda batissismo. Mas antes de pensar na reforma 7 MP travam a pauta do congresso.

O certo é, que de alguma forma apesar da apatia da população em grande manifestações, algumas ações da sociedade civil organizada tem deixado os deputados e senadores atentos e assim pensar duas vezes antes de votar alguma pauta do governo, já que o desgaste  foi muito grande ao longo dessa caminhada.

Por Neuton César

BNC Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.