GRANDE ILHA – A Universidade Federal do Maranhão recebeu a remessa de tablets relativos ao Edital Auxílio Inclusão Digital – Modalidade Plena (Empréstimo de Tablet) – Em Caráter Emergencial 2020.1em que cada estudante selecionado receberá temporariamente uma unidade, para proporcionar a todos condições de acesso tecnológico e técnico para a realização de atividades remotas durante a retomada do período acadêmico 2020.1.

No total, chegaram à Cidade Universitária os mil tablets enviados pelo Ministério da Educação (MEC-Sesu) à UFMA, que serão distribuídos assim que as etapas do seletivo estiverem concluídas, os equipamentos forem devidamente tombados, e a Universidade receber o pedido de cinco mil chips da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) para garantir o acesso à internet.

Para esse edital, 1.300 alunos solicitaram os tablets e os chips de pacotes de dados, em que 540 comprovaram a situação de vulnerabilidade socioeconômica exigida como um dos critérios para concorrer ao empréstimo de um dos aparelhos, mas o número de estudantes regularizados ainda pode subir daqui a alguns dias, pois o seletivo está atualmente na fase de recebimento de recursos, em que os alunos têm até o dia 30 deste mês para resolver pendências e efetuar a comprovação.

Além deste critério, os discentes também devem comprovar regularmente a matrícula em componentes curriculares de cursos de graduação presenciais e comprovar renda bruta per capita de até um salário mínimo e meio vigente, equivalente a R$ 1.567,50. Após os recursos, o resultado final da análise socioeconômica será divulgado no dia 2 de setembro.

O pró-reitor de Assistência Estudantil, Leonardo Soares, revelou que a UFMA trabalha também para viabilizar a compra de capas protetoras aos tablets e cartões de memória. Ele destacou a proatividade da Universidade em auxiliar os estudos de discentes em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

“A UFMA é uma das poucas instituições a se antecipar na inclusão digital por meio de edital específico, garantindo a qualquer aluno fazer sua inscrição e concorrer ao seletivo. Eu também ressalto o grande esforço dos profissionais da assistência estudantil, inclusive, nas unidades acadêmicas do continente, em cada centro há o profissional que nos auxilia no cumprimento do programa. O desafio continua para que possamos garantir ao máximo que alunos em situação de vulnerabilidade socioeconômica possam ter condições para cumprir as atividades do período 2020.1”, mencionou o pró-reitor. Ele adiantou que está confirmada a reabertura, em 3 de setembro, do edital de auxílio inclusão digital — modalidade pacote de dados para acesso à internet por meio dos chips.

O reitor Natalino Salgado realçou o empenho do MEC/Sesu, da RNP e da equipe da UFMA, que se dedicou na elaboração dos editais e na realização do seletivo. “Nossa assistência estudantil trabalha diuturnamente para que o aluno estude com qualidade. O aluno não será afastado de suas atividades acadêmicas por não conseguir o acesso nem será prejudicado. As tecnologias que utilizamos facilitam a vida do professor e do aluno, e nosso compromisso não se encerra aqui, muitas ações ainda estão por vir”, frisou.

Saiba mais

Com a aprovação do calendário acadêmico em formato de ensino emergencial remoto (para os cursos que optarem somente pelo ensino remoto) e híbrido (para algumas áreas que necessitam de parte das aulas presenciais e outra parte podem ser remotas), a Universidade Federal do Maranhão, por meio da Pró-Reitoria de Assistência Estudantil, buscou parcerias com instituições a fim de viabilizar soluções de acesso àqueles estudantes que não dispõem de dispositivos móveis e acesso à internet, e inclui-los digitalmente para que não haja prejuízo no ensino.

Os editais, um de empréstimo de tablets (que já dão acesso à internet) e o outro somente pacote de dados para acesso à internet, que pode ser utilizado em aparelhos celulares, foram lançados no dia 27 de julho, pelo reitor Natalino Salgado, em cerimônia virtual que contou com a presença de pró-reitores, diretores de centro e de câmpus, professores e estudantes. Os discentes contemplados pelo edital modalidade plena (empréstimo de tablets) receberão o auxílio de inclusão digital enquanto durar o período letivo no ano de 2020.

Além disso, a RNP, por iniciativa do MEC-Sesu, vai contratar o pacote de dados móveis do Serviço Móvel Pessoal (SMP) para os estudantes em condição de vulnerabilidade socioeconômica, de Instituições Federais de Ensino Superior, para o desenvolvimento e a continuidade de suas atividades acadêmicas remotas, fora do câmpus de sua instituição de ensino, de forma emergencial, em adaptação e inclusão segura, no contexto da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Confira os editais e as retificações:

Modalidade plena (empréstimo de tablet)

Modalidade pacote de dados (acesso à internet)

Retificação do Edital PROAES Nº28/2020

Retificação do Edital PROAES Nº 29/2020

BNC Educação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.