GRANDE ILHA – Com forte presença de candidaturas coletivas, a convenção do PSOL oficializou os nomes de 15 candidatos(as) para a disputa ao cargo de vereador(a) em São Luís. Também homologou, o nome do professor Franklin Douglas, à prefeitura da capital e do vice Ribamar Arouche.

Durante a convenção, os candidatos reafirmaram o compromisso com o projeto do partido, de defesa de uma política voltada às maiorias: mulheres, negros, sem emprego, sem saúde.

O candidato a prefeito, Franklin Douglas, em seu discurso, enfatizou o compromisso do partido com as lutas dos movimentos sociais, contra o racismo, contra o fascismo e as desigualdades econômicas. Defendeu a geração de empregos como prioridade: “São 121 mil desempregados em São Luís que dependem do auxílio emergencial. Vamos priorizam gerar alternativas a todas essas pessoas”, comprometeu-se.

Franklin também enfatizou a composição da chapa com seu vice: “Temos uma chapa 100% negra, Franklin e Arouche, para representar 75% da população de São Luís, que é afrodescendente, a maioria trabalhadores. Uma chapa voltada para os interesses dos 99% da população, não para os 1% mais rica. Nossa luta é voltada para os interesses da maioria da população de São Luís”, ressaltou o candidato.

Como forma de diminuir o personalismo na política, o partido oficializou quatro candidaturas coletivas: Carlos Wellington e Professora Dani (no mandato coletivo Sou Porque Somos); Gleick Maia e Gil Maranhão (mandato coletivo Juntos Somos Muito +); Keisse Dayane, Nuccia Kauffman, Cassandra Cardoso e Patrícia Aroucha (no mandato Coletivo Juntas) e o mandato coletivo das mulheres negras Professora Fran e Dalvilene Cardoso, e, ainda, o mandato compartilhado, proposto pelo Professor Gentil Cutrim.

BNC Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.