GRANDE ILHA – Com o intuito de informar e conscientizar as mulheres para a prevenção do câncer do colo de útero, o Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), promove durante esse mês, intitulado como março lilás, uma série de atividades que vão desde a distribuição de panfletos informativos sobre a doença até a realização de exames.

Assim como no ano passado, a comunidade da Liberdade será o público alvo da campanha. O objetivo é chamar a atenção, motivar e capacitar os agentes comunitários do bairro sobre a importância da coleta adequada do exame de Papanicolau no diagnóstico precoce de lesões pré-cancerosas. A ginecologista e chefe da Unidade de Atenção à Saúde da Mulher, Graciete Santos, reforça que milhares de mulheres são atingidas todos os anos por esse câncer e por isso a importância do diagnóstico correto. “Ele pode ser evitado se diagnosticado precocemente. É um tipo de câncer que demora muito para se desenvolver e as alterações podem ser descobertas logo no início. Detectando uma alteração de forma precoce e seguindo o tratamento adequadamente, as possibilidades de cura são de 100%”.

A ginecologista destaca ainda que a escolha pelo bairro foi estratégica “Resolvemos dar continuidade a um projeto que deu muito certo ano passado durante o outubro rosa. A intenção foi fechar o ciclo com as mesmas usuárias atendidas durante a campanha de prevenção do câncer de mama.  A região fica no entorno do hospital e tem pouca cobertura de saúde. O objetivo é levar conhecimento aos agentes de saúde para prevenir de forma mais eficiente, pois eles serão fundamentais no processo de conscientização da população”, ressaltou. Em outubro, outra comunidade será escolhida para iniciar um novo ciclo com o foco nesses dois cânceres. 

As atividades iniciam na próxima terça-feira, 20, quando serão distribuídos panfletos educativos em um stand na recepção da Unidade Materno Infantil (UMI). No dia seguinte, 21, profissionais de saúde da Liberdade participarão de treinamento para coleta do preventivo de câncer do colo uterino. O procedimento será realizado pela ginecologista Adriana Reis, no auditório do 2º andar da UMI, às 10h.

Nos dias 21 e 22 de março, 100 pacientes da comunidade adotada serão recebidas no HU-UFMA, por meio de encaminhamento dos agentes de saúde da Liberdade, para a coleta do preventivo e teste de Schiller (teste de rastreio de câncer de colo uterino). As mulheres devem ter entre 20 e 65 anos e estar há mais de um ano sem realizar o preventivo. No dia 23, essa mesma ação será voltada para as colaboradoras das terceirizadas do HU-UFMA, que estejam também dentro desses critérios. Serão disponibilizadas 50 vagas, nesse último dia, totalizando 150 vagas para os três dias.

De acordo com informações do Instituto Nacional de Câncer (INCA) o câncer de útero é o terceiro tumor mais frequente na população feminina, atrás do câncer de mama e do colorretal, e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil.

A programação da campanha é organizada pela Unidade de Atenção à Saúde da Mulher.

BNC Cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.