GRANDE ILHA – Nota enviada a nossa redação e demonstrando a veracidade dos fatos publicadas pelo BNC Noticias que o editorial de política do jornal o Estado do Maranhão deu uma grande barrigada e assim faltando com a verdade dos fatos. Feito este reparado em nota enviado ao nosso site.

Confira a nota na integra:

 

Nota do PSOL

Em relação à matéria “PSOL lança engenheiro civil à disputa pelo governo”, publicada por esse jornal, na edição de 18 de dezembro de 2017, página 3, temos a esclarecer aos leitores e leituras desse jornal que:

1. O Partido Socialismo e Liberdade – PSOL não lançou qualquer nome à disputa pelo Governo do Estado para 2018. Não é verdadeira a informação, portanto, que o partido tenha definido que seu candidato será o engenheiro civil Odívio Neto.

2. Em sua reunião do Diretório Estadual, o partido definiu por debater eleições 2018 no ano de 2018. Até lá, a tarefa maior é mobilizar o povo contra a Reforma da Previdência e as políticas neoliberais do governo Temer.

3. Somente em Conferências Eleitorais, a serem posteriormente agendadas, os possíveis nomes à chapa majoritária pelo partido, serão debatidos e definidos, sendo antecedidas por uma conversa com PSTU e PCB, com o objetivo de formar uma Frente de Esquerda.

4. Assim, os nomes aprovados pela Direção Estadual do PSOL/MA para iniciar o processo de debate, tais como do sindicalista Luis Noleto, dos servidores públicos Valdeny Barros e Odívio Neto, do professor Milton Teixeira e das professoras Ana Paula e Fernanda Suely, não são ainda nem pré-candidaturas definidas ao Governo do Estado, mas alternativas apresentadas, a partir de consultas às correntes do partido, para futura decisão.

Dessa forma, solicitamos a devida retificação da notícia, lamentavelmente repassada de forma equivocada ao jornal.

Grato,

 

GEOVANE DA SILVA LIMA

Presidente Estadual do PSOL/MA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.