RIO DE JANEIRO – Boa parte dos campeonatos estaduais viverá sua etapa decisiva nos próximos dias. Já são conhecidos os times que farão a final em oito estados. No Rio Grande do Norte, o ABC foi precoce, conquistou os dois turnos e foi campeão potiguar de forma direta, no fim de semana passado. Aliás, o clube alvinegro, conhecido em sua região como “O Mais Querido”, faturou o título estadual pela 55ª oportunidade, um recorde absoluto no país.

Minas Gerais, Bahia, Alagoas e Pará não apresentam surpresas na decisão de seus campeonatos. Com a melhor campanha até aqui, o Cruzeiro tem vantagem na final do Mineiro contra o rival Atlético-MG. Bahia e Vitória se enfrentam primeiro na Fonte Nova e na semana seguinte, no Barradão. Tradicionais adversários, CSA e CRB farão dois confrontos no Rei Pelé para que se conheça o campeão alagoano.

Patric; Rafinha; Atlético-MG; Cruzeiro (Foto: Washington Alves / Light Press)Patric; Rafinha; Atlético-MG; Cruzeiro (Foto: Washington Alves / Light Press)

Patric; Rafinha; Atlético-MG; Cruzeiro (Foto: Washington Alves / Light Press)

Clássico com mais jogos na história do futebol – 743 até aqui -, o Re-PA vai definir mais uma vez quem será o dono do caneco no Paraense. Na edição atual, o Remo levou a melhor nos dois duelos com o Paysandu, que tem a chance de dar o troco no momento mais importante da competição. Rio de Janeiro e São Paulo só conhecerão seus finalistas no meio de semana. A única certeza é de que haverá clássico na decisão dos dois estaduais de maior apelo no país. Isso porque ambas as semifinais têm presença dos quatro grandes clubes de cada estado.

  • ESPÍRITO SANTO (Serra x Real Noroeste) – O Campeonato Capixaba terá uma final inédita e com a presença de duas equipes que podem ser consideradas como zebras: Serra e Real Noroeste. O primeiro time citado tem cinco conquistas do torneio, sendo a última em 2008, e só é considerado azarão porque ano passado estava na divisão de acesso do estado. O Real vai atrás da sua primeira estrela. Times mais famosos do Espírito Santo, Desportiva e Rio Branco passaram longe da taça. A Tiva ficou na quinta colocação da fase de classificação e ficou fora da semifinal. A situação do Brancão é ainda pior, já que o Alvinegro está na Série B do Capixabão, onde neste sábado fez a sua estreia e empatou com o Aracruz.
  • MARANHÃO (Moto Club x Imperatriz) – Dono de 25 títulos no Maranhão (o mais recente em 2016), o Moto Club fez valer o fato de ser uma das forças do estado e tem lugar garantido na decisão. A surpresa fica por conta do adversário, que não será o tradicional rival Sampaio Corrêia, mas sim o Imperatriz, que inclusive fará o segundo jogo em sua casa. O clube do interior tem dois troféus de melhor do estado, sendo o último deles em 2015. Trinta e três vezes campeão maranhense, o Sampaio Corrêa ficou pelo caminho ainda na primeira fase. Com quinta posição, a Bolívia Querida não pegou nem semifinal. O fato serve de alerta para o representante do Maranhão na Série B do Campeonato Brasileiro.
  • PERNAMBUCO (Náutico x Central) – Nem Sport nem Santa Cruz. A final do Campeonato Pernambucano terá Náutico e Central, com a segunda partida com mando do time da capital Recife. O Timbu volta à decisão depois de quatro anos e tenta o caneco pela vigésima segunda vez. Vale citar que o Alvirrubro não é campeão local desde 2004. O clube de Caruaru está na grande final pela primeira vez em sua história. Em 2007, o Central ficou na segunda colocação em uma disputa que não teve final. Isso porque o Sport faturou os dois turnos na ocasião. Por falar no Rubro-Negro, a derrota na semifinal justamente para o Central causou surpresa e também faz ligar a luz amarela. Afinal, o Leão disputará a Série A pelo quinto ano consecutivo, mas vive momento conturbado com precoces eliminações na Copa do Brasil e no estadual. O Santa Cruz, que disputará a Série C do Brasileirão, não passou das quartas de final do Pernambucano. Caiu para o Sport em um revés por 3 a 0.
  • SANTA CATARINA (Chapecoense x Figueirense) – O Campeonato Catarinense tem sido um daqueles com maior leque de favoritos nos últimos anos, principalmente depois da ascensão da Chapecoense. Assim sendo, não é possível dizer que existe zebra na decisão da própria Chape contra o Figueirense. A final foi definida neste domingo com duas rodadas de antecedência para o fim da fase classificatória. Só está em disputa agora quem fará o jogo único como mandante. Com quatro pontos na frente com seis a disputar, tudo indica que a Chapecoense terá esse direito de atuar em casa. Maior campeão do estado, o Figueira corre atrás da sua décima oitava taça, o que dará a vantagem de dois canecos em relação ao grande rival Avaí. Atual bicampeã catarinense, a Chape busca o seu inédito tricampeonato consecutivo e seu sexto título do estado.
Pela Chapecoense, Bruno Rangel fez o gol do título e foi o artilheiro do Catarinense em 2016 (Foto: FuturaPress)Pela Chapecoense, Bruno Rangel fez o gol do título e foi o artilheiro do Catarinense em 2016 (Foto: FuturaPress)

Pela Chapecoense, Bruno Rangel fez o gol do título e foi o artilheiro do Catarinense em 2016 (Foto: FuturaPress)

Apenas dois estaduais de primeira divisão ainda não tiveram o seu início nesta temporada. A bola ainda não rolou para o Amapaense (26/03) e para o Tocantinense (31/03).

Demais estaduais:

ACREANO – Campeão do turno, o Galvez espera o campeão do segundo turno para a grande final.
AMAZONENSE – Campeão do turno, o Fast espera o campeão do segundo turno para a grande final.
BRASILIENSE – Sobradinho e Luziânia jogam por um empate no segundo jogo da semifinal na disputa contra Ceilândia e Brasiliense, respectivamente.
CEARENSE – Ceará e Fortaleza estão com muito perto da final. Venceram bem seus jogos de ida na semifinal.
GAÚCHO – O Grêmio deu passo enorme rumo à final ao vencer o Avenida por 3 a 0 na ida. Brasil de Pelotas e São José definem a outra vaga depois de empatarem por 1 a 1 na ida. O Inter caiu nas quartas para o Grêmio.
GOIANO – Anapolina x Goiás e Aparecidense x Vila Nova são as semifinais.
MATO-GROSSENSE – União Rondonópolis x Cuiabá e Luverdense x Sinop são as semifinais
PARAIBANO – Campinense espera Botafogo-PB ou Treze na decisão.
PARANAENSE – Coritiba espera Atlético-PR ou Londrina. Paraná foi eliminado neste domingo.
PIAUIENSE – A primeira fase ainda está em vigor.
RONDONIENSE – O Vilhenense ganhou o primeiro turno e se garantiu na semifinal.
RORAIMENSE – O São Raimundo-RR conquistou o primeiro turno. O segundo turno está em vigor.
SERGIPANO – Itabaiana tem vaga garantida na final. Falta uma rodada para o fim do hexagonal, que definirá o outro finalista.
SUL-MATO-GROSSENSE – Operário-MS está final e espera Novo ou Corumbaense.

Fonte: Globoesporte.com

BNC Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.