RIO DE JANEIRO – Vasco anunciou na segunda-feira em seu site oficial que a Diadora será sua nova fornecedora de material esportivo. O contrato assinado é de três anos, e a multa rescisória será decrescente a partir do segundo ano, ao contrário do que acontecia com a Umbro. A quantia inicial de rescisão também será menor do que a da antiga parceira, que era estipulada em R$ 8 milhões. O valor do patrocínio não foi divulgado.

A multa decrescente ganha importância pelo fato de o clube viver um momento de indefinição política. Se por acaso Julio Brant conseguir assumir o poder e não gostar do contrato, terá menos problemas para encerrá-lo em 2019. O mesmo pode acontecer com Eurico Miranda se permanecer no clube e uma outra oportunidade de mercado surgir. 

Modelo diferente: mais royalties

O modelo de negócio entre Vasco e Diadora será diferente do que aquele praticado com a Umbro. Em vez de um valor mensal de garantia mais robusto, a aposta está nas vendas – uma tendência no mercado atual. Enquanto a Umbro repassava 11% de royalties na comercialização dos produtos, com a Diadora este valor varia entre 20% e 24%. 

Isso significa que, para ganhar mais, o Vasco terá que ter um bom fluxo de vendas. Por isso, o clube planeja criar até quatro modelos de camisa – normalmente, são três -, além de uma linha mais barata para os torcedores. A ordem é simples: quanto mais vender, mais o Cruz-Maltino vai faturar. 

Modelo de transição no Carioca

O clube já estará de roupa nova a partir do dia 18 de janeiro, estreia no Campeonato Carioca, contra o Bangu, em São Januário. Será ainda um uniforme com uma material mais simples até que a coleção completa seja lançada para o Campeonato Brasileiro, em maio.

Na publicação feita no site oficial, o Vasco informou ter recebido ofertas de outras empresas, inclusive da própria Umbro, mas optou pela Diadora pela “agilidade”, “distribuição” e “perspectiva de faturamento”. 

No Brasil, as peças da italiana Diadora são produzidas pelo grupo Dilly Sports, cuja matriz é em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, e a fábrica fica em Brejo Santo, no Ceará.

BNC Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.