Chico Buarque processa bolsonarista por uso de música em campanha

TERESINA – Chico Buarque abriu processo contra o bolsonarista Silvio Mendes, candidato do União Brasil ao governo do Piauí.

O compositor quer que a Justiça proíba o ex-prefeito de Teresina de usar a música “Apesar de você” na campanha eleitoral. Ele também pediu indenização de R$ 100 mil por danos morais.

Sem autorização, Mendes usou a composição e a voz do artista como trilha sonora de um vídeo gravado em sua convenção partidária. O filme já teve quase 70 mil visualizações no Instagram.

O ex-prefeito é apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro Ciro Nogueira, que é piauiense. A ação de Chico foi ajuizada pelo advogado João Tancredo.

É curioso que um bolsonarista tente fazer uso eleitoral de “Apesar de você”. A música foi lançada no fim de 1970, no auge da repressão. A Censura não percebeu a conotação política da letra e liberou sua circulação.

Em maio de 1971, a ditadura se deu conta da burrada, recolheu os compactos e proibiu a execução do samba nas rádios. Tarde demais: “Apesar de você” já havia se tornado um hino da oposição ao regime.

(Atualização das 12h40: A assessoria de Silvio Mendes entrou em contato para dizer que ele não é o candidato oficial de Bolsonaro no Piauí, apesar do apoio de Ciro Nogueira e de outros integrantes do governo federal)

Com informações do G1

BNC Politica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.