Vasco vence de virada e foi de goleada

RIO DE JANEIRO – Depois da decepção com a eliminação da Libertadores, a torcida do Vasco voltou a encontrar motivos para festejar. Em partida disputada na noite deste sábado, em São Januário, o Cruzmaltino, de virada, derrotou o América-MG por 4 a 1 e melhorou sua situação no Campeonato Brasileiro. Com a vitória, a equipe carioca subiu para a segunda colocação com sete pontos ganhos, enquanto o América é o quinto, com seis. Os gols foram marcados por Bruno Cosendey, Caio Monteiro, Andrés Rios e Kelvin para a equipe da casa. Rafael Moura anotou o único do América.

O resultado refletiu o que as duas equipes produziram durante a partida. O Vasco foi sempre superior e soube superar a desvantagem inicial para conseguir a virada, principalmente depois das modificações efetuadas pelo técnico Zé Ricardo. O Coelho entrou com uma proposta defensiva e não soube aproveitar o fato de ter marcado o primeiro gol, permitindo que o adversário tivesse sempre o controle da partida. 

Na próxima rodada, o Vasco vai receber o Vitória, em São Januário; já o América-MG vai encarar o Ceará, no Castelão.

O JOGO

Diante de um público muito pequeno, a partida começou com o Vasco tomando a iniciativa de ataque. Aos três minutos, Rafael Galhardo cruzou fechado e o goleiro João Ricardo não teve trabalho para fazer a defesa. Dois minutos depois, o volante Wellington recebeu um bom passe de Thiago Galhardo, mas chutou na rede, pelo lado de fora.

Muito recuado, o América quase não conseguia chegar na área cruzmaltina. Rafael Moura, o mais avançado, era obrigado a recuar para participar do jogo. Só aos 17 minutos é que o Coelho conseguiu organizar um ataque com eficiência, mas a conclusão do He-Man foi bem defendida por Martín Silva. 

Aos 22 minutos, o Vasco criou a sua melhor oportunidade. Rafael Galhardo cruzou e Thiago Galhardo completou de primeira. A bola bateu em Messias e quase enganou o goleiro João Ricardo, mas a bola saiu para escanteio. Na cobrança, Werley subiu mais do que a zaga mineira, mas cabeceou para fora. 

Aos poucos, o América passou a jogar um pouco mais adiantado para sair da pressão do Vasco. Aos 30 minutos, mineiros marcaram o primeiro gol. Norberto invadiu a área e foi derrubado por Thiago Galhardo, que chegou atrasado. Rafael Moura bateu a penalidade e colocou a equipe mineira na frente. No lance que resultou no pênalti, Thiago Galhardo se lesionou na perna direita e precisou deixar a partida. Bruno Cosendey entrou em seu lugar. Irritada com o resultado, a torcida passou a vaiar alguns jogadores. O volante Wellington era o mais visado. 

Aos 37 minutos, o Vasco teve a chance de empatar. Yago Pikachu recebeu na área, mas o goleiro João Ricardo saiu com precisão e fechou o ângulo, impedindo que a bola chegasse ao gol. Os cariocas seguiram na pressão para tentar o gol do empate, mas a defesa do América se comportava bem e bloqueava as principais investidas da equipe de Zé Ricardo. 

Pikachu era o mais avançado e dava trabalho aos zagueiros. Aos 43 minutos, ele recebeu de Caio Monteiro e bateu para defesa de João Ricardo. Um minuto depois, Wellington mandou a bomba, João Ricardo defendeu parcialmente e Andrés Rios ficou livre para marcar, mas a arbitragem, de forma equivocada, marcou impedimento do argentino. 

O segundo tempo começou com a pressão dos donos da casa. Antes do primeiro minuto, Andrés Rios se antecipou aos zagueiros após cruzamento e acertou a trave. Logo depois, Werley arriscou e João Ricardo fez uma defesa difícil. 

Aos três minutos foi a vez de Caio Monteiro desperdiçar a oportunidade para marcar o gol do empate, batendo para fora. 

O Vasco seguiu pressionando e, aos 11 minutos, marcou o gol do empate. Caio Monteiro foi lançado na esquerda, se livrou da marcação e cruzou para Bruno Cosendey completar para as redes de João Ricardo, deixando tudo igual. Animado com o empate, o Cruzmaltino continuou indo para cima e Rafael Galhardo quase desempatou aos 14 com uma bomba que passou perto da trave. Aos 17 minutos, o Vasco desempatou. Após cruzamento da esquerda, Cosendey tocou de cabeça e Caio Monteiro entrou para tocar e colocar a bola no gol americano. 

Em vantagem, o técnico Zé Ricardo decidiu tornar a equipe ainda mais ofensiva. Ele trocou o lateral Rafael Galhardo e o atacante Caio Monteiro pelo meia Wagner e atacante Kelvin. Pikachu foi deslocado para a lateral. Depois de conseguir a virada, o time de São Januário passou a segurar a bola e impedir que o adversário fizesse pressão para buscar o gol do empate. O América tentou adiantar suas linhas, mas não conseguia superar o bloqueio vascaíno e criar jogadas de ataque. 

Os cariocas passaram a usar a velocidade de Kelvin. O atacante levava vantagem sobre seus marcadores e criava muitas dificuldades para a defesa do time mineiro. Aos 33 minutos, o time carioca marcou o terceiro gol. Kelvin fez outra boa jogada, driblou seu marcador, e cruzou para Andrés Rios chutar para marcar. Sem forças para reagir, o América ainda sofreu o quarto gol aos 45 minutos. Kelvin foi lançado por Desábato na área e, de cabeça, encobriu o goleiro João Ricardo, definindo o resultado da partida.

BNC Esporte

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*