Vascão apesar dos desfalques vence e fica e se aproxima dos lideres

RIO DE JANEIRO – Com um gol marcado por Yago Pikachu no final do primeiro tempo, o Vasco derrotou o Paraná por 1 a 0, em partida disputada na noite desta quarta-feira, em São Januário. O resultado marcou a reabilitação da equipe cruz-maltino que vinha de uma derrota para o Bahia, no último domingo. Com a vitória, o Vasco chegou a 11 pontos ganhos e ocupa a décima colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Já o Paraná segue na última posição com apenas três pontos ganhos.

Muito desfalcado, o Vasco não precisou mostrar um grande futebol para superar o limitado time paranaense. E poderia ter vencido com mais tranquilidade se Giovanni Augusto não tivesse desperdiçado uma pênalti no segundo tempo. O Paraná foi um time de muita luta, mas de pouca inspiração, que não conseguiu ameaçar a vitória do Vasco. 

Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Botafogo em São Januário, enquanto o Paraná vai receber o Fluminense, na Vila Capanema.

O JOGO

Mesmo muito desfalcado, o Vasco assumiu o controle das ações no início da partida, mas a primeira chance foi criada pelo Paraná com uma cabeçada perigosa de Carlos. O Vasco respondeu aos sete minutos com um chute de Andrei que assustou o goleiro paranaense. 

Com o passar do tempo, o jogo ficou equilibrando com as duas equipes se alternando na posse de bola. A partida ficou truncada no meio campo com as duas equipes fazendo faltas e não conseguindo criar jogadas de ataque. A torcida cruz-maltina começou a demonstrar irritação com a má qualidade da partida, principalmente pelos erros cometidos pela equipe carioca. 

Aos 30 minutos, Henrique cruzou da esquerda e Caio Monteiro cabeceou com perigo. Logo depois, o mesmo Caio Monteiro arriscou dae fora da área e mandou para fora. Aos 36 minutos, Caio Henrique recuou na fogueira para o goleiro Thiago Rodrigues que, pressionado por Andrey, conseguiu chutar para a a lateral. 

Aos 43 minutos, o Vasco marcou o primeiro gol, Andrey fez ótimo lançamento para Yago Pikachu que tirou o goleiro da jogada e tocou para o fundo das redes. 

O segundo tempo começou com uma jogada perigosa do Vasco. Riascos invadiu pela direita e cruzou para Andrés Rios, mas a zaga paranaense conseguiu evitar que a bola chegasse ao argentino. Logo depois, o mesmo Riascos recebeu na entrada da área e chutou com perigo. 

Aos 12 minutos, o goleiro Thiago Rodrigues saiu com precisão para impedir que o lançamento chegasse ao atacante Riascos. 

Depois de muitos erros por parte das duas equipes, a torcida só voltou a a se agitar aos 24 minutos quando Léo Itaperuna recebeu ótimo passe de Jhonny Lucas e chutou, mas Fernando Miguel fez grande defesa e evitou o empate. 

Preocupado com a pressão do Paraná, o técnico do Vasco tirou o atacante Riascos e colocou o lateral-esquerdo Ramón que não jogava há sete meses, por causa de lesão. 

Aos 32 minutos, Andrés Rios invadiu a área e foi derrubado por Néris. O árbitro marcou pênalti que Giovanni Augusto desperdiçou, chutando mal e facilitando a defesa de Thiago Rodrigues. 

Dois minutos depois, o Vasco errou a saída de bola e Carlos Eduardo ficou na cara do gol, mas acabou desarmado por Fernando Miguel e caiu na área. Os paranistas pediram a marcação de pênalti, mas o árbitro nada viu de irregular.

Nos minutos finais, a equipe carioca se mostrou mais preocupado em se defender do que tentar a marcação do segundo gol. O Paraná pressionou, mas faltou talento aos atacantes visitantes para conseguir o empate. E antes do final do jogo, os dois times tiveram jogadores expulsos. O zagueiro Neris tentou uma bicicleta e acabou acertando Werley, de forma violenta, enquanto o jovem Moresche recebeu cartão vermelho por entrada em Mansur.

BNC Esporte

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.