Três indígenas Guajajara são mortos em menos de duas semanas no MA

ARAME – Mais um caso de violência contra a etnia Guajajara foi registrado no Maranhão. O indígena Antônio Cafeteiro Silva Guajajara foi morto com seis tiros no domingo (11), na estrada do Povoado Jiboia, no município de Arame, a cerca de 600 km de São Luís. Esse é o terceiro assassinato de indígenas da etnia Guajajara em menos de duas semanas no estado.

No dia 3 de setembro, Janildo Oliveira Guajajara, que já foi Guardião da Floresta, foi assassinado com tiros nas costas, em Amarante do Maranhão. Já no município de Arame, Israel Carlos Miranda Guajajara morreu após ser atropelado e a polícia confirmou que se trata de um caso de homicídio.

O delegado da Polícia Civil de Arame, Tiago Castro, informou ao g1 Maranhão que Antônio Cafeteiro Silva Guajajara morava na aldeia Lagoa Vermelho, na Terra Indígena (TI) Arariboia. A polícia segue investigando o caso, mas ainda não deu detalhes sobre as circunstâncias do crime.

*Esta reportagem está em atualização

Com informações do G1

BNC Polícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.