Seminário no HU-UFMA destaca importância do enfermeiro obstetra na atenção à mãe e ao recém-nascido

GRANDE ILHA – O II Seminário de Enfermagem Obstétrica do Maranhão promovido pelo Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA) e pela Maternidade Maria do Amparo será aberto nesta quinta-feira, 11, às 8h, no auditório central da Unidade Materno Infantil. O evento tem como tema “Contribuição da Enfermagem Obstétrica para a melhoria da Assistência ao Parto e ao Nascimento no Contexto da Rede Cegonha”.

O objetivo é disseminar os conhecimentos adquiridos e compartilhar experiências a partir do “Curso de Aprimoramento para as enfermeiras e enfermeiros Obstétricos, com enfoque no Componente Parto e Nascimento”, da Rede Cegonha/ Ministério da Saúde, promovido pela Universidade Federal de Minas Gerais em parceria com o Hospital Sofia Feldman. O seminário é a segunda etapa desse curso.

A discussão vai girar em torno da humanização do parto e de estratégias que viabilizem práticas que garantam o direito pelo parto natural, de modo a gerar queda nos altos índices de cesáreas e da mortalidade infantil, no estado. O evento propõe evidenciar a importância do profissional de enfermagem como cuidador e incentivador das boas práticas para um parto natural e seguro.

A líder de enfermagem do Centro Obstétrico do HU-UFMA e coordenadora do Seminário, Priscila Dominici, destacou que serão apresentados os projetos de intervenção das enfermeiras participantes desse curso com o intuito de compartilhar as experiências que possam servir de inspiração para os demais. “Teremos também apresentação de profissionais da Especialização de Enfermagem Obstétrica da Rede Cegonha, que estarão somando conosco nessas discussões e no compartilhamento de boas práticas dentro do centro de parto”, pontuou

A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde que visa implementar uma rede de cuidados para assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e a atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como, assegurar às crianças o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis.

No contexto do parto e nascimento, várias ações são desenvolvidas com o intuito de oferecer uma assistência humanizada e com qualidade necessária para garantir melhores condições nos períodos subsequentes, com a redução da morbimortalidade materna e perinatal, entre elas, a valorização do enfermeiro obstetra enquanto figura fundamental para o alcance dos resultados desejados.

O seminário se estenderá até a sexta-feira, 12, com uma série de palestras, mesas-redondas e visitas as instalações da Unidade Materno Infantil e da Maternidade Maria do Amparo. Estarão presentes profissionais das seis maternidades de São Luís.

BNC Cidades

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.