GRANDE ILHA – A menos de duas semanas da eleição, um levantamento realizado pelo US Election Project, coordenado por Michael McDonald, professor da Universidade da Flórida, aponta que 39,8 milhões de americanos já votaram antecipadamente para escolher o próximo – ou o mesmo – presidente dos EUA.

O número representa 28,8% do total de votos na eleição de 2016 e pode indicar participação recorde no país – o voto não é obrigatório nos EUA. MdDonald prevê que pelo menos 150 milhões de americanos devem votar neste ano, superando a marca de 137 milhões em 2016, quando cerca de 40% dos eleitores deixaram de comparecer às urnas.

De acordo com o levantamento, houve, até esta terça (20), 18,5 milhões de votos nos 19 estados em que há registro do partido no voto antecipado. Desse total, 52,1% vieram de eleitores que se identificaram como democratas, enquanto os republicanos representam 25,9% do total.

Os números do US Election Project corroboram análise de outros institutos americanos que apontam maioria democrata entre os eleitores que optaram pelo voto antecipado.

Um levantamento da empresa de análise política TargetSmart, vinculada ao Partido Democrata, aponta que 7,3 milhões de pessoas que não costumam votar ou que nunca o fizeram mudaram de ideia na eleição deste ano e votaram antecipadamente até esta terça (20). De acordo com a empresa, dentro dessa amostra, Joe Biden tem vantagem de 16% sobre Donald Trump.

Outra pesquisa, do Pew Research Center, indica que Biden tem 16% de vantagem sobre Trump nas intenções de voto entre os eleitores que não votaram em 2016. Entre os que votaram naquele ano, a vantagem do democrata é de 8%.

BNC Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.