GRANDE ILHA  – O Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA) recebeu hoje, 8, uma comitiva formada por profissionais da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU-UFJF) e do Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes da Universidade Federal do Espírito Santo (HUCAM-UFES). Até sexta-feira, 10, o grupo fará visita técnica referente a primeira fase do Projeto de Expansão do Modelo de Regulação Assistencial criado pela Ebserh em que o HU-UFMA é o hospital multiplicador das instituições de saúde visitantes.

A gestão da oferta tem o objetivo de implantar dispositivos de regulação assistencial centrados na atenção das necessidades do paciente, colocando-o como eixo de toda a atuação da equipe de saúde, o que possibilita uma atenção mais humanizada, já que o hospital organiza o acesso com critérios de priorização clínica, pactuados e com equidade.

O Hospital Universitário da UFMA foi um dos três hospitais vinculados à rede Ebserh que participou entre 2015 e 2016 do Projeto Catalunya – para implantação do modelo de gestão da oferta, adotado em hospitais da Espanha. Por decisão da Ebserh, o modelo catalão será implantado gradativamente em todos os 39 hospitais federais universitários integrados a Rede.

Nesta fase do projeto, a equipe visitante conhece de perto a realidade do HU-UFMA de acordo com as mudanças que essa iniciativa proporcionou. Na oportunidade, ficarão imersos nos circuitos da gestão da oferta no âmbito do ambulatório, internação, bloco cirúrgico e arquivo/documentação clínica.

Na abertura do evento, estavam presentes a reitora da UFMA, Nair Portela, a superintendente do HU-UFMA, Joyce Santos Lages, o ex-reitor da UFMA, Natalino Salgado, a analista do Serviço de Regulação Assistencial da Ebserh-Sede, Elen Pernin, o superintendente do HUCAM, Luiz Alberto Sobral Vieira Junior, o superintendente do HU-UFJF, Dimas Augusto Carvalho de Araújo, o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho e demais representantes das unidades hospitalares envolvidos no projeto.

Para a reitora Nair Portela, o momento é um marco na história do HU-UFMA. “Estamos muito felizes em ver o nosso hospital poder compartilhar com outras instituições as boas práticas aqui desenvolvidas. É uma parceria que todos saem ganhando: os profissionais de saúde, os gestores e o público usuário desses hospitais universitários, que terão melhores condições de atendimento”.

A superintendente do HU-UFMA Joyce Santos Lages, destacou que esse é um momento importante não só para a instituição como para toda a rede Ebserh “Nós estamos trazendo para o Brasil um conhecimento que não existe aqui, algo inovador. Não estamos melhorando só o nosso processo assistencial, mas estamos produzindo um conhecimento novo no país a partir desse modelo de gestão. É um momento de rico aprendizado, de troca de experiências, que muito nos fortalece enquanto Rede. ”

Para o superintendente do HUCAM, Luiz Alberto Sobral Vieira Junior, conhecer in loco o hospital enriquece muito o processo. “Desde o momento em que o nosso hospital foi selecionado, ansiávamos muito por estar aqui, por conhecer de perto as melhorias que valorizam cada vez mais o Sistema Único de Saúde. Estamos aqui para aprender as boas práticas e contribuir no que for necessário.”

O superintendente do HU-UFJF, Dimas Augusto Carvalho de Araújo, aproveitou para destacar suas expectativas para esses três dias de intensas atividades e agradecer a visita da equipe do HU-UFMA. “Foi um prazer a presença de representantes no HU-UFMA em nosso hospital, uma vez que puderam ter um olhar sobre a nossa realidade, da mesma forma que teremos aqui também”.

A metodologia utilizada passará por cinco fases e terá duração total de um ano. A primeira fase que já está sendo realizada é a de sensibilização do hospital participante com a capacitação dos membros do núcleo operativo e atividades introdutórias para as demais fases. Na segunda fase acontece a análise situacional com a aplicação de instrumento de diagnóstico para que se estabeleça uma linha base para comparação futura. A terceira fase é voltada para a elaboração dos planos de trabalho. Já a quarta fase visa a implantação do modelo com a operacionalização dos planos de trabalho. E a quinta e última fase é destinada ao monitoramento do projeto.

A programação durante os três dias é de responsabilidade da Gerência de Atenção à Saúde, por meio do Setor de Regulação e Avaliação em Saúde. A equipe de referência do HU-UFMA é composta pela chefe do Setor de Regulação e Avaliação em Saúde, Silvia Cavalcante, pela líder do projeto, Ana Patrícia dos Anjos, pelo chefe do Ambulatório, Rafael Oliveira, pelo chefe do Serviço de Arquivo Médico, Carlos Henrique, pela chefe da Divisão de Apoio Diagnóstico e Terapêutico, Ana Luiza Bezelga, pelo chefe do Setor de Gestão de Processos e Tecnologia da Informação, Anilton Bezerra e pelo enfermeiro da Divisão de Gestão do Cuidado, Renato Douglas.

Sobre a Ebserh

Desde janeiro de 2013, o HU-UFMA é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

BNC Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.