PERDA: Morre Ruy Maurity, autor de vários sucessos dos anos 70, entre eles “Marcas do que se foi”

Morreu na madrugada desta sexta-feira (1º), o cantor e compositor Ruy Maurity, aos 72 anos. A morte foi confirmada por seu irmão, o pianista e arranjador Antônio Adolfo, em sua conta do Facebook.

“Uma notícia muito triste: meu querido irmão e grande compositor Ruy Maurity foi embora para sempre essa noite. Ficará sua obra lindíssima e as lembranças da maravilhosa pessoa que sempre foi. Fique em Paz. Você sempre mereceu o nosso amor!”, escreveu Adolfo.

O pianista explicou ainda que “Ruy estava em coma há mais de duas semanas, devido a duas paradas cardíacas que sofreu, sendo uma de 8 minutos, após uma endoscopia. Não me conformo com o que aconteceu com meu irmão, uma pessoa maravilhosa”.

Hino do Réveillon

Ruy foi autor de vários sucessos nacionais na década de 70, entre eles “Nem ouro nem prata”, canção com várias referências ao candomblé. É autor também de “Serafim e seus filhos”, que teve várias regravações, entre elas de Sérgio Reis e Zezé de Camargo e Luciano.

Um dos seus grandes sucessos, curiosamente, ao lado de Tavito e Zé Rodrix é o jingle “Marcas do que se foi”, que virou uma espécie de hino informal do réveillon. Relembre abaixo alguns sucessos:

Loading video
BNC Mundo

One thought on “PERDA: Morre Ruy Maurity, autor de vários sucessos dos anos 70, entre eles “Marcas do que se foi”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.