GRANDE ILHA – O Teatro Alcione Nazareth recebeu na noite desta quarta-feira, 13, a quarta sessão de exibição da Mostra Competitiva Nacional. Ao todo, foram exibidos quatro filmes exibidos para um bom público que compareceu ao teatro para prestigiar a 41ª edição do Festival Guarnicê de Cinema. A última sessão da Competitiva Nacional ocorre nesta sexta-feira, 15, a partir das 19h, no Teatro Alcione Nazareth, com a exibição dos filmes “Silêncio”, “Torre”, “O Mar de Helena” e “Organismo”.

O Festival Guarnicê de Cinema, que segue até sábado, 16, é promovido pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Departamento de Assuntos Culturais (DAC/PROEXCE), conta com patrocínio da Cemar, Governo do Maranhão/Sectur, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, Banco do Nordeste, e Equatorial Energia. Ainda tem o apoio da Fundação Sousândrade, Assembleia Legislativa, Fundação Josué Montello, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), Rádio Universidade FM, TV UFMA, CiaRio Brasil, Academia Internacional de Cinema e Vitrine Filmes.

 Com dois filmes de Pernambuco, um de Goiás e um de São Paulo, a plateia pode acompanhar a diversidade da produção cinematográfica nacional. O filme Frequências, de Adalberto de Oliveira é o segundo de uma trilogia que começou com Dick. Em Frequência o telespectador imagens e sons fortes predominaram na produção.

O Malabarista é um filme em animação que narra as dificuldades de malabaristas de trânsito. Acompanhado do depoimento de personagens reais em determinados momentos, em off, deixa a animação uma força a mais. O terceiro filme foi Nova Iorque, ficção, de Leo Tabosa. Um drama de um garoto que tem uma relação complicada com a família e se apega a sua professora. A obra conta com uma excelente fotografia.

O quarto e último filme da noite foi ” A moça do Calendário” de Helena Ignez, também uma ficção. O filme faz referência a momentos políticos, sentimentos, sociedade e comportamentos.

O resultado das mostras competitivas vai ser revelado no sábado, 16, na cerimônia de encerramento do 41ºFestival Guarnicê de Cinema que neste ano gira em torno do  protagonismo feminino no áudio visual.

BNC Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.