GRANDE ILHA –  – O Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), vinculado a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), realiza nesta quinta-feira, 05, em parceria com o Hospital Aldenora Belo, uma ação educativa com a distribuição de panfletos informativos e doação de lenços como parte da programação alusiva ao Outubro Rosa, mês assim batizado em prol da luta contra o câncer de mama. A atividade acontece no hall da Unidade Materno Infantil, a partir das 8h, e visa também arrecadar fundos com a venda de camisas para a compra de próteses para reconstrução mamária. Também será realizada a palestra “Câncer de mama: importância do diagnóstico e tratamento”, a ser ministrada pelo mastologista Diego Trabulsi.

Durante todo o mês de outubro serão desenvolvidas atividades voltadas para alertar sobre a importância de um diagnóstico precoce e formas de prevenção, enfatizando a necessidade de visitas periódicas ao médico e do autoexame das mamas. Este ano, o HU-UFMA adotou uma comunidade, a da Liberdade, para chamar a atenção e motivar os agentes comunitários sobre a importância do rastreamento mamográfico e diagnóstico precoce.

De acordo com a chefe da Unidade de Atenção à Saúde da Mulher, Graciete Santos, a escolha pelo bairro foi estratégica. “Neste ano, resolvemos fazer algo diferente e que tivesse um impacto maior, por isso escolhemos a Liberdade como a primeira comunidade a ser beneficiada. A região fica no entorno do hospital, é um bairro humilde e de pouca cobertura de saúde. O objetivo é levar o conhecimento aos agentes de saúde para prevenir de forma mais eficiente, pois eles serão fundamentais no processo de conscientização da população” ressaltou.

A programação da campanha foi organizada pela Unidade de Atenção à Saúde da Mulher em parceria com a Unidade de Humanização do HU-UFMA. Confira!

PROGRAMAÇÃO

DATA EVENTO OBJETIVO
03/10 Palestra para agentes comunitários do Posto de Saúde da Comunidade Chamar a atenção e motivar os agentes sobre a importância do rastreamento mamográfico e diagnóstico precoce
05/10 Palestra educativa – Câncer de mama: importância do diagnóstico e tratamento – 8h, no auditório do 2º andar – UMI / Stand no hall da UMI em parceria com Hospital Aldenora Bello com ações em prol da compra de próteses para reconstrução mamária (venda de camisas e doação de lenços). Nos demais dias, a arrecadação será feita na sala da chefia da ginecologia no 2º andar – UMI. Ações educativas com distribuição de panfletos informativos / venda de camisas e doação de lenços
09 a 16/10 Recebendo pacientes da comunidade adotada para mamografia Rastreamento efetivo do câncer de mama na comunidade adotada. Exame para mulheres da comunidade entre 40 e 69 anos com mamografia em atraso por mais de um ano
18/10 Stand em Shopping para vendas de camisas em prol da compra de próteses para reconstrução mamária Enfatizar a participação do HU-UFMA na campanha / promover ação informativa ao público distribuição de panfletos / venda de camisas
19/10 Recebendo profissionais da comunidade adotada Capacitar os médicos generalistas da Liberdade no rastreio do câncer
20/10 Ação para as servidoras no ambulatório de Ginecologia – Marcação no ambulatório de ginecologia com a equipe de enfermagem Oferecer avaliação clínica e mamografias para servidoras acima de 40 anos em atraso para prevenção do CA de mama
23 a 27/10 Fechamento da ação na comunidade Recebimento das mulheres com mamografias alteradas para exame físico e definição de conduta
30/10 Dia do Rosa / Palestra – Câncer de mama: há vida após o diagnóstico? – 10h, no auditório do 4º andar – UMI / Encerramento Palestra educativa marcando o encerramento e avaliação do impacto da campanha

 

Saiba mais:                                                                                

O que é câncer de mama?

É o câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo, inclusive no Brasil. É uma doença causada pela multiplicação anormal das células da mama, que forma um tumor maligno. O câncer de mama tem cura, se descoberto no início.

Como é possível descobrir a doença cedo?

Por meio da realização de exames periódicos. A partir dos 40 anos, toda mulher deve fazer mamografia e exame clínico das mamas anualmente, mesmo se não tiver nenhum sintoma. A hora ideal de fazer o diagnóstico é quando o tumor ainda não é sentido no exame clínico ou no auto- exame, ou seja, quando ele pode ser detectado apenas nos exames de imagem como mamografia.

Como a mulher pode participar ativamente da prevenção?

Conhecer o que é normal em suas mamas e ficar atenta para eventuais modificações. Se observar alguma alteração, tais como caroço, pele da mama com vermelhidão acentuada ou parecida com uma casca de laranja, alterações no bico do peito, a mulher deve procurar imediatamente auxílio médico. O auto- exame deve ser realizado mensalmente, de preferência, após o término da menstruação. Porém a realização do autoexame não exclui a necessidade da mamografia anual.

BNC Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.