Fiscalização identifica 16 adolescentes em situação de trabalho infantil no MA

CHAPADINHA – Uma operação realizada pelo Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA) e Superintendência Regional do Trabalho (SRT) identificou 16 adolescentes, entre 13 e 17 anos de idade, que estavam em situação de trabalho infantil nos municípios de Chapadinha, Itapecuru-Mirim e Vargem Grande.

A operação foi realizada nos dias 30 e 31 de maio. As crianças trabalhavam em lugares degradantes, como lixão, lava jato, feira, oficina, além da venda de frutas às margens da BR-135.

Adolescente trabalhando com a venda de carne no Maranhão — Foto: Divulgação/MPT-MA

Adolescente trabalhando com a venda de carne no Maranhão — Foto: Divulgação/MPT-MA

Em Chapadinha, seis adolescentes, sendo cinco meninos e uma menina, foram flagrados no mercado municipal trabalhando em açougues e em peixarias. Outros dois jovens estavam em uma oficina mecânica.

Nas operações em Vargem Grande e Itapecuru-Mirim, crianças ficavam em lixões e lava-jatos, limpando motos e carros, expostos a agentes químicos, poluição sonora e risco de choques elétricos.

Na BR-135, uma menina de 13 anos de idade vendia frutas, na altura da cidade de Itapecuru-Mirim, no período noturno. O pai dela estava no local e foi notificado.

Adolescente foi encontrado trabalhando em lixão, em Itapecuru-Mirim — Foto: Divulgação/MPT-MA

Adolescente foi encontrado trabalhando em lixão, em Itapecuru-Mirim — Foto: Divulgação/MPT-MA

Segundo o MPT-MA, todos os 16 casos serão encaminhados aos gestores públicos dos três municípios para que a rede de proteção faça o acompanhamento das famílias das vítimas, o que inclui averiguação da situação socioeconômica, frequência escolar e eventual inclusão dos pais em programas de assistência social e dos jovens em programas de erradicação do trabalho infantil.

Com informações da Central de Noticias

BNC Municipios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.