GRANDE ILHA – Em mais uma ação para dar continuidade a obra de requalificação do Complexo Deodoro, que está sendo executada pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Ipah), dentro do programa PAC Cidades Históricas, em parceria com a Prefeitura de São Luís, foram removidas das praças Deodoro e Pantheon, na manhã deste sábado (6), dezenas de estruturas entre barracas, quiosques e bancas de revistas. A ação vai possibilitar a realização das obras e foi acertada em comum acordo com os comerciantes, durante reuniões intermediadas pelo poder público municipal. Provisoriamente, os comerciantes serão instalados em outros pontos no próprio Centro e em feiras dos bairros e áreas próximas de suas residências.

“Tudo está sendo feito com o conhecimento, orientação e aceitação dos comerciantes. Sob a orientação do prefeito Edivaldo, a Prefeitura incentivou e conduziu o diálogo. Esta é uma preocupação do prefeito que garantiu, ainda, todo o apoio e suporte aos donos de comércios para que a operação transcorra sem incidentes”, pontuou o secretário municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), Mádison Leonardo Andrade Silva.

Antes do início das obras, a Prefeitura promoveu reuniões com os comerciantes informais do local e representantes de entidades de classe da categoria, entre elas o Sindicato do Comércio Informal de São Luís e a Associação do Comércio Informal. A remoção dos comércios seria em novembro passado, mas, ficou firmado com os donos a permanência para que aproveitassem as vendas de fim de ano. “A Prefeitura foi sensível a essa solicitação e adiamos a operação que ocorre neste momento”, frisou Mádison Silva.

As bancas de revistas vão ficar na lateral do prédio do antigo Colégio Marista, onde hoje funciona uma unidade do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA). As de lanche serão instaladas nas proximidades do Liceu Maranhense e as de venda de alimentos, em espaços nas feiras livres dos bairros. Nos novos locais, as barracas ganharão cobertura padronizada e sinalização adequada para dar uma dinâmica maior no trânsito de pedestre. A ampla obra vai reurbanizar as praças Deodoro e Pantheon e ainda as alamedas Gomes de Castro e Silva Maia.

O secretário adjunto de Fiscalização da Semurh e diretor da Blitz Urbana, Joaquim Azambuja destaca que a Prefeitura está garantindo toda a logística para que a obra aconteça e apoio aos demais órgãos envolvidos. Equipes da Blitz Urbana realizaram a retirada das estruturas com apoio de veículos da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp). O titula da Semosp, Antonio Araujo também acompanhou a ação.

O subprefeito do Centro Histórico, Fábio Henrique Carvalho, destacou a amplitude da obra. “Esse espaço será reurbanizado, em toda sua extensão, e vai ganhar uma nova configuração que vai garantir a funcionalidade como área de interação pública para o cidadão. Quem trabalha aqui terá suas garantias, conforme foi colocado em todas as reuniões feitas pela Prefeitura. O patrimônio será preservado”, enfatizou.

BNC Cidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.