Após reunião com Eurico, Brant e Horta, Ferj confirma estreia do Vasco sem torcida

RIO DE JANEIRO – A decisão da juíza Maria Cecília Pinto Gonçalves, de nomear Eurico Miranda, Julio Brant e Fernando Horta como os administradores do Vasco durante os três dias antes da eleição do Conselho Deliberativo, deixou sob risco a estreia do Cruz-Maltino no Campeonato Carioca. Isso porque, sem um presidente de ofício, não haveria quem se responsabilizar pela parte operacional do jogo contra o Bangu, previsto para esta quinta. Mas o trio se uniu para garantir a realização da partida.

Eurico chegou a dar entrevista na tarde desta quarta-feira dizendo que não assumiria a responsabilidade e que por isso o jogo dificilmente seria realizado. Mas logo depois, o ex-presidente, que terminou seu mandato na última terça, aceitou se reunir com Brant e Horta. Em São Januário, o trio formalizou uma proposta e encaminhou para a Ferj. 

No início da noite, a federação anunciou que concordou com a oferta e confirmou o jogo Vasco x Bangu às 19h30 (de Brasília) nesta quinta-feira, em São januário. Porém, com portões fechados. O Cruz-Maltino estreia no Grupo B, que além do Bangu tem ainda Flamengo, Volta Redonda, Nova Iguaçu e Cabofriense, classificada na fase preliminar.

BNC Esportes

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.