Ações do Dia Mundial do Rim levam orientações às mulheres da Madre de Deus

GRANDE ILHA – As ações de sensibilização e conscientização do Dia Mundial do Rim, que este ano foi comemorado no dia 8, tiveram um motivo especial por ter coincidido com o Dia Internacional da Mulher. Com o tema “Saúde da Mulher – Cuide de seus rins, mulher”, a campanha levou orientações às mulheres da comunidade da Madre de Deus e do seu entorno. O evento foi realizado na Casa de Arte Barrica e teve como objetivo informar sobre a importância de manter hábitos de vida saudáveis e sobre o cuidado que todos devem ter com esses órgãos essenciais para o corpo humano.

O Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA) mobilizou cerca de 50 profissionais da área da saúde e acadêmicos das Ligas de Hipertensão Arterial (LHA), de Afecções Renais (Lare) e do Centro de Informação sobre Medicamentos do Departamento de Farmácia da UFMA. Eles realizaram diversas atividades, como aferição de pressão arterial, teste de glicemia capilar, antropometria (verificação do peso corporal, de altura e circunferência abdominal), avaliação do IMC (Índice de Massa Corporal) e demais orientações sobre nutrição, exercícios físicos e medicamentos.

Além das atividades e orientações, a comunidade foi recebida com muita música que ficou a cargo do farmacêutico e residente multiprofissional da área de nefrologia, Hemmerson Gomes, que mostrou seus dotes artísticos com sua voz e violão.

De acordo com a coordenadora do Centro de Prevenção de Doenças Renais do HU-UFMA e nefrologista, Érika Cristina Carneiro, a doença renal avançada é grave, irreversível e, portanto, necessita de medidas preventivas importantes. “A campanha alerta a população sobre a importância da adoção de hábitos simples e saudáveis (como ingestão de água, mudança de estilo de vida e autocuidado das doenças crônicas não transmissíveis), como forma de prevenir as doenças renais, estimulando os cuidados com os rins, uma vez que a Doença Renal Crônica é silenciosa e afeta consideravelmente a qualidade de vida”.

A auxiliar de administração Rosana França Arouche adorou a oportunidade de ter um atendimento tão perto de casa. “Sempre participo dessas atividades, pois gosto de me cuidar. Tenho 55 anos e não descuido da minha saúde. É uma oportunidade única ter um atendimento tão próximo da gente”.

A nefrologista e chefe da Unidade de Cuidados Renais do HU-UFMA, Deborah Sousa, destacou a importância de prevenir contra as doenças renais. “Se não for descoberta a tempo, a doença renal pode progredir para a perda completa da função dos rins. Por isso é tão importante e necessário o cuidado, prestar atenção nos sintomas e buscar sempre a prevenção. Só com informação e prevenção é que vamos conseguir diminuir os números de doentes renais no Brasil”.

Segundo dados da International Society of Nephrology (ISN), a Doença Renal Crônica (DRC) atualmente é considerada um problema mundial de saúde pública com desfechos adversos de insuficiência renal e morte prematura. Estima-se que atinge aproximadamente 195 milhões de mulheres em todo o mundo e atualmente é a 8ª principal causa de morte em mulheres, com cerca de 600 mil mortes por ano. E a melhor maneira de combater esse mal é a prevenção, fator que torna a conscientização e o fornecimento de informações para a sociedade a maior arma de combate contra esse problema.

Dia Mundial do Rim – É comemorado anualmente, na segunda quinta-feira do mês de março, a missão do Dia Mundial do Rim é aumentar a consciência das pessoas sobre a importância dos rins para a saúde em geral e para reduzir a frequência e o impacto da doença renal e seus problemas de saúde associados, em todo o mundo.

O Dia Mundial do Rim acontece no mundo todo e é encabeçado pela International Society of Nephrology (ISN), sendo coordenado no Brasil pela Sociedade Brasileira de Nefrologia.

Por Alexsandra Jácome

BNC Cidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.