Ação educativa no HU-UFMA alerta para a prevenção e cuidados com a osteoporose

GRANDE ILHA – Durante a semana voltada para a conscientização da prevenção da osteoporose, o Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), vinculado a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), está realizando uma ação educativa que iniciou no dia 17 e se estenderá até o dia 20. Pacientes que aguardam por atendimento no Ambulatório de Endocrinologia estão recebendo orientações sobre essa doença silenciosa. São realizadas palestras, exposição de vídeos e distribuição de folhetos explicativos.

O endocrinologista João Furtado Neto alerta para a necessidade de prevenção da osteoporose por se tratar de uma doença que, na maioria das pessoas, é assintomática. “É importante que as mulheres e os homens que tem fatores de risco procurem atendimento médico e façam o exame de densitometria óssea, pois ele é capaz de identificar a osteoporose nos estágios iniciais. Ela pode ser feita a nível de coluna lombar, do fêmur e dos antebraços. A prevenção é sempre a melhor atitude a ser tomada”, esclarece.

Idosos, principalmente mulheres pós-menopausa, são os que mais sofrem com a osteoporose. Além da idade avançada, outros fatores de risco são: histórico familiar, dieta pobre em cálcio e vitamina D, fumo, álcool, vida sedentária e deficiência hormonal.

A enfermeira e coordenadora da ação, Vivian Brito, destaca a importância de ações como essa para conscientizar a população. “A equipe está empenhada em informar a todos os pacientes e acompanhantes que estão passando por aqui durante esses dias, pois uma das principais formas de combate as doenças é o acesso a essas informações. São atos simples que vão desde uma alimentação adequada rica em cálcio até uma visita de rotina ao médico”, pontua.

A aposentada Teresinha Santos sofre há anos com dores nas mãos, nos pés e no quadril. Estava aguardando atendimento e já recebeu várias orientações.

A campanha é capitaneada pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e tem como tema: “Prevenção da osteoporose: fortaleça esta ideia e viva com qualidade”.  Celebrado em 20 de outubro, o Dia Mundial da Osteoporose, é uma data para chamar atenção para o problema que, segundo dados da Fundação Internacional de Osteoporose (IOF), atinge cerca de dez milhões de pessoas no Brasil.

Outro dado da IOF revela que de cada três pacientes que sofreram fratura no quadril, um tem o diagnóstico de osteoporose; e deste número, um em cada cinco, recebe algum tipo de tratamento.

A osteoporose é um problema silencioso, assintomático, que ocorre quando há um enfraquecimento progressivo da massa óssea. O principal objetivo da prevenção e do tratamento é evitar fraturas, que ocorrem mais comumente em locais como coluna, punho, braço e quadril. Nos idosos, a osteoporose pode levar a complicações sérias como dores crônicas, dificuldades para locomoção e diminuição da qualidade de vida.

fonte: https://www.endocrino.org.br

BNC Geral

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.