Abraço Maranhão recebe comenda pelos 200 anos da Imprensa no estado

SÃO LUIS – A Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (Abraço) no Maranhão é uma das personalidades contempladas na efeméride alusiva ao Bicentenário da Imprensa no Maranhão, que tem como marco a criação do jornal “O Conciliador”, fundado em 1821. A entrega da comenda 200 Anos da Imprensa no Maranhão, na noite de terça-feira (21), no auditório Paulo Freire (campus do Bacanga), encerrou a série de eventos e atividades referentes à celebração.

Receberam a comenda, representando a Abraço Maranhão, o presidente Ed Wilson Araújo, o coordenador regional Luis Augusto da Silva Nascimento e o coordenador de Relações Institucionais Neuton Cesar. “Essa homenagem vai para todas as rádios comunitárias que constroem a luta pela democratização da comunicação”, destacou o presidente da entidade, Ed Wilson Araújo.

Abraço homenageada é uma conquista de todos
e todas que fazem as rádios comunitárias

Iniciativa da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), a comenda foi distribuída para 50 pessoas, entre profissionais da Comunicação, pesquisadores e instituições de referência na área da Imprensa. Os homenageados receberam a placa da comenda, medalha, um exemplar do livro “História da Imprensa no Maranhão: 1821-1925” e outro da obra “O Conciliador: um capítulo da história da imprensa periódica no Maranhão”.

Durante a cerimônia, o reitor da UFMA, Natalino Salgado Filho, destacou a importância da Imprensa na História, com as suas principais personagens e a função da Universidade na formação dos profissionais de Comunicação. O vice-reitor Marcos Fabio Belo Matos, coordenador geral da efeméride 200 Anos da Imprensa no Maranhão, discorreu sobre todas as etapas e atividades que envolveram as comemorações, como a produção de conteúdo (podcast, livros, palestras etc), assim como os critérios adotados pela comissão organizadora para chegar aos 50 nomes prestigiados pela comenda.

Homenageada na categoria de pesquisadores(as), a pró-Reitora de Extensão e Cultura e docente do Curso de Jornalismo da UFMA, Zefinha Bentivi, mencionou o papel das mulheres no contexto do bicentenário da Imprensa, registrando a ousadia da primeira jornalista maranhense, Eponina de Oliveira Condurú Serra (1842-1931). Professora de várias gerações de comunicadores, Bentivi frisou a importância da UFMA no contexto da formação profissional no Maranhão, enfatizando o papel do curso de Comunicação Social na composição dos cenários da Imprensa local, regional e nacional.

Os professores dos cursos de Jornalismo, José Ribamar Ferreira Junior; de Relações Públicas, Protásio Cezar dos Santos; e de Radialismo, Marcio Leonardo Monteiro Costa, receberam a comenda na categoria Homenagem Especial, destinada ao Curso de Comunicação da UFMA.

Veja aqui a lista completa dos comendadores e comendadoras.

A comissão responsável pela instituição da comenda teve a participação de 10 membros, representantes da UFMA, da Academia Maranhense de Letras, Academia Ludovicense de Letras, Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão, Academia Imperatrizense de Letras e Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Maranhão.

Veja abaixo mais fotos:

Marcos Saldanha, Alex Oliveira e Ed Wilson Araújo
Paulo Melo Sousa, Marcos Saldanha e seu filho, Ed Wilson Araújo e Felipe Klamt
Diretores da Abraço-MA: Neuton Cesar e Luis Augusto Nascimento
Marcos Saldanha, Alex Oliveira, Paulo Melo Sousa e Ed Wilson Araújo

Fonte: Blog do Ed Wilson
BNC Cidades

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.