RIO DE JANEIRO – Botafogo e Vasco protagonizaram um clássico equilibrado no Nilton Santos na noite deste domingo, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ambos tiveram momentos de domínio na partida, e o Vasco aproveitou melhor as chances criadas para vencer por 3 a 2. Ribamar abriu o placar no primeiro tempo, e Matheus Babi empatou no segundo. Cano e Ygor colocaram os visitantes na frente mais uma vez, e o Bota diminuiu com outro gol de Babi. No fim, o centroavante teve a chance do empate, mas Fernando Miguel fez grande defesa.

Cano mais uma vez mostrou ser oportunista. O atacante recebeu bela bola de Benítez, aos 25 minutos do 2º tempo, para colocar o Vasco à frente do placar. Ele cabeceou para defesa de Cavalieri e, no rebote, mandou para as redes. Foi o sétimo gol do atacante no Brasileirão. Cano tem apenas um gol a menos que o artilheiro Thiago Galhardo, do Internacional.

Outro destaque do Vasco na partida foi a defesa de Fernando Miguel em chute de Matheus Babi aos 41 minutos do primeiro tempo. Depois do atacante do Botafogo acertar a trave, ele teve chance de finalizar no rebote, e o goleiro do Vasco fez defesa incrível. Um milagre para garantir a vitória vascaína.

O atacante foi o principal nome do Botafogo na partida. Com cinco finalizações, Matheus Babi se movimentou bem no ataque, disputou praticamente todas as bolas e apareceu como opção nas principais chances do time. Não à toa marcou os dois gols botafoguenses. O primeiro, aos 3 minutos do 2º tempo, foi um golaço de fora da área. Aos 37, ele aproveitou linda jogada de Kalou para empurrar para as redes. Então por que uma noite quase perfeita? Aos 41 ele teve a chance da virada e, depois de acertar a trave, parou em grande defesa de Fernando Miguel no rebote.

O Vasco começou o clássico melhor no Nilton Santos e aproveitou erro da defesa do Botafogo, com Kevin e Marcelo Benevenuto, para abrir o placar com Ribamar aos 35 minutos. Mas o Botafogo não ficou atrás e deu trabalho a Fernando Miguel, que fez pelo menos duas defesas difíceis. A queda de rendimento no fim da etapa inicial fez Autuori agir de maneira curiosa: o técnico tirou Caio Alexandre e Honda para as entradas de Luis Otávio e Rentería aos 42 minutos, pouco antes do intervalo. O tempo inicial terminou com 51% de posse de bola para o Vasco, que finalizou nove vezes, uma a menos que o Bota.

No segundo tempo, Autuori queimou as cinco substituições, com as entradas de Kalou, Barrandeguy e Pedro Raul nas vagas de Marcelo Benevenuto, Kevin e Rhuan. As substituições diminuíram o ímpeto do Vasco e melhoraram a criação do Botafogo. Logo no início, Babi mostrou confiança ao acertar lindo chute de fora da área, aos 3 minutos. No momento em que o Bota dominava o clássico, o Vasco aproveitou de erro adversário para fazer dois gols em sequência: Forster não acompanhou Cano, que marcou aos 25 minutos. Aos 26, Ygor Catatau bateu bonito de canhota de fora da área. O Botafogo demorou a reagir, mas aos 37 Babi aproveitou ótima jogada de Kalou para diminuir. Em cima do Vasco, o time da casa viu o empate escapar em defesa de Fernando Miguel.

Botafogo e Vasco voltam a campo pela 11ª rodada do Brasileirão no próximo domingo. O time de Autuori receberá o Santos, às 18h15, no Nilton Santos. Já a equipe de Ramon Menezes vai ao Couto Pereira para enfrentar o Coritiba, às 16h. Com nove pontos, o Botafogo é 17º colocado. Em 4º lugar, o Vasco tem 17 pontos.

Mas, antes, os rivais voltam a se encontrar no Nilton Santos pelo jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil, na próxima quinta-feira, às 19h.

Fonte: GE

BNC Esporte

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.