GRANDE ILHA – Do ponto de vista político-eleitoral a aproximação de José Reinaldo do vice-governador Carlos Brandão(PSDB) não tenha lá esse peso. Mas ideologicamente – simbolicamente, a vinda do ex-governador reforça  o caminho que o Maranhão vai trilhar a partir do momento que Brandão assumir o comando dos ‘Leões’ no ano que vem.

Do ponto de vista estrutural, Zé Reinaldo reforça a tese do ‘peso da máquina’ na disputa eleitoral. O ex-governador foi eleito(em 2002 contra Jackson Lago(PDT)) nas mesmas condições de disputa que o Brandão pretende entrar a partir do próximo ano. De vice desacreditado – com menos de 3% nas pesquisas, a governador eleito ainda em primeiro turno – nos tempos que no Maranhão tinha uma oposição forte e consolidada.

A sintonia fina  vem  desde os tempos que o atual vice-governador foi chefe da casa civil quando, José Reinaldo ocupava os Leões. Esse novo encontro abre caminho para um ‘choque de capitalismo’ que o potencial do Maranhão tanto precisa para sair do ‘estágio de dormência’.

Brandão e Zé Reinaldo acreditam que o Estado precisa incentivar, estimular a exploração de  suas potencialidades  regionais através da geração de riquezas, empregos e renda para melhorar o IDH(Índice de Desenvolvimento Humano). Seria uma mudança de paradigmas tendo como base mais diálogos e menos conflito…

Com informações do blog do Martin Varão

BNC Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.