REPÚBLICA CHECA – As autoridades checas tinham usado os poderes que emanam da declaração do estado de emergência, face à pandemia da Covid-19, para entrar num armazém, onde apreenderam 680 mil máscaras e 28 mil ventiladores, na quinta-feira.

O Governo checo estava a negociar adquirir este material a uma empresa privada, mas, antes de chegar a acordo, o preço aumentou de forma drástica, levando à apreensão.

Segundo o ministro do Interior, Jan Hamacek, cerca de 100 mil dos objetos apreendidos tinham sido enviados pela Cruz Vermelha da China para os chineses a viver em Itália e pediu desculpas pela ação das autoridades checas.

A polícia checa está agora a investigar como é que esse material de proteção que vinha da China foi parar a um armazém localizado na vila de Lovosice.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infectou mais de 290.000 pessoas em todo o mundo, das quais mais de 12.700 morreram.

A Itália é atualmente o país do mundo com maior número de vítimas mortais da covid-19, com 4.825 mortos, e regista 53.578 infectados.

BNC Mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.