GENEBRA – A Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu convocar para esta quinta-feira, 30, uma reunião de emergência para decidir se declara o surto de coronavírus uma emergência global de saúde pública. “Essa emergência se deve à evidência de aumento dos casos”, afirmou o diretor executivo da entidade, Michael Ryan, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 29, em Genebra, na Suíça.

A OMS informou que 68 casos foram reportados fora da China, onde o vírus se originou, em 15 países. Ao todo, 132 morreram em decorrência da doença, todos no país asiático. Para a entidade, é importante que países que ainda não relataram casos estejam preparados para identificá-los. “O contínuo aumento dos casos é uma fonte de preocupação”, disse o diretor-geral, Tedros Adhanom.

A organização informou que foram relatados casos de contágio em hospitais na China e que é essencial administrar a situação em Wuhan, epicentro da doença. Ainda segundo a OMS, é muito cedo para estabelecer a taxa de mortalidade do coronavírus.

Comprometimento

A OMS elogiou a resposta da China ao surto de coronavírus. Na entrevista coletiva, a entidade informou que o país asiático tem sido transparente no compartilhamento de informações, tanto interna quanto externamente, em contraste com o comportamento observado durante a epidemia de SARS, em 2003.

“Estamos impressionados com o comprometimento do governo chinês”, afirmou Michael Ryan.

A organização também revelou que vai enviar uma delegação de especialistas a Wuhan para avaliar a situação da doença, mas ponderou que o grupo vai trabalhar em coordenação com os chineses. “Acreditamos que essa corrente de contágio ainda pode ser interrompida”, afirmou.

BNC Mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.