GRANDE ILHA – É com muita alegria e esperança que a equipe do Hospital Universitário da UFMA, gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) comemora a alta hospitalar de oito pacientes que foram transferidos de Manaus para o tratamento da Covid em decorrência da grave crise de saúde pública no Amazonas. Eles deixaram o hospital na tarde do último domingo, 24, em direção ao aeroporto internacional de São Luís, Marechal Cunha Machado. Os olhares de gratidão e os sorrisos de superação deixaram marcas na equipe que os acompanhou até a alta. Foram momentos intensos, mas com um final feliz, com a cura e a volta para a casa.

“Tenho só a agradecer ao nosso Deus, pelo dom da vida. Agradecer a cada profissional de São Luís que nos abraçou de uma forma especial. Só tenho a agradecer a esse Estado e estou muito feliz por estar voltando para a minha casa vivo” pontua Samuel Rodrigues da Costa segurando uma bandeira do Maranhão com as assinaturas de profissionais do HU-UFMA. Lembrança que será guardada com muito carinho para simbolizar a solidariedade entre os estados.

Santa Maria Oliveira de Melo também é só felicidade “Estou feliz, com o sentimento de gratidão, feliz pela aprendizagem no decorrer do processo, pela força que eu tive, pela resiliência que tive em vim para cá com a mala e o oxigênio. Muito obrigada de coração. Perdi seis companheiros de trabalho, vi muita gente morrendo ao meu lado, eu fui para o hospital com o oxigênio levado pela minha família, porque o hospital não tinha para me oferecer. Estou muito agradecida pela oportunidade que Deus me concede, de voltar para a minha casa e dar continuidade a tudo aquilo que eu fiz até hoje”.

Todos os pacientes amazonenses receberam na alta um kit com lembrancinhas, fruto de doações de voluntários e profissionais. Além da caneca personalizada por Sara Morais, da Ong Doadores de Amor, tinha também uma caixinha produzida pela Obra Prima Criações com a arte cedida pela agência de publicidade Dupla Criação. Dentro dela continha um imã de geladeira, um chaveiro de azulejos e um cartão desejando muita saúde.

Antes de deixarem a capital, o grupo ainda fez um passeio terapêutico na manhã do domingo com a equipe do hospital. Eles foram em um dos principais pontos turísticos da cidade, a Praça Gonçalves Dias, a poucos metros de onde o Hospital Universitário da UFMA está localizado.

“Gostaria de agradecer toda a equipe que nos proporcionou esse passeio, nos fez muito bem, fazia tempo que a gente não via o sol. Gratidão a cada profissional que se dedicou e nos possibilitou esse momento” relata seu Osimar Silva de Carvalho, um dos que participou do passeio.

A logística de retorno para Manaus foi de responsabilidade do Ministério da Saúde e da Secretara de Saúde do Amazonas.

A superintendente do HU-UFMA, Joyce Santos Lages, destaca a felicidade em poder devolver os pacientes saudáveis para a suas famílias “Estamos fazendo o possível para possibilitar a total recuperação de todos os amazonenses. Não medimos esforços para dar o nosso melhor em prol dos pacientes. E é uma felicidade imensa para toda a equipe do hospital poder celebrar as primeiras altas.”

Com a coordenação do Ministério da Saúde (MS), uma rede de apoio foi criada em todo o país para receber os pacientes de Manaus com Covid-19 que não encontram mais vagas para internação na capital amazonense. Desde a última quinta-feira, 14, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vinculada ao Ministério da Educação, encaminhou um ofício ao Ministério da Saúde disponibilizando, aproximadamente, 150 leitos distribuídos em nove hospitais universitários federais que fazem parte da Rede Ebserh a fim de ajudar o estado. Para o HU-UFMA foram transferidos no total 39 pacientes.

BNC Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.