BRASÍLIA – Chefe da Polícia Federal, que desencadeou a ação, o ex-juiz e ministro da Justiça está sendo duramente criticado no Twitter após festejar, nesta quarta-feira (24), a prisão de quatro supostos hackers que teriam invadido seu aparelho celular.

“Parabenizo a Polícia Federal pela investigação do grupo de hackers, assim como o MPF e a Justiça Federal. Pessoas com antecedentes criminais, envolvidas em várias espécies de crimes. Elas, a fonte de confiança daqueles que divulgaram as supostas mensagens obtidas por crime”, tuitou Moro, insinuando a relação dos suspeitos presos como “fonte” das reportagens divulgadas pelo site The Intercept e outros veículos da imprensa.

Em pouco tempo, a publicação recebeu várias críticas, especialmente em relação ao silêncio do ministro sobre o caso Fabrício Queiroz, que envolve o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que alçou Moro ao cargo de ministo.

“Vamos ver se acham o Queiroz agora”, tuitou um seguidor. “E o Queiroz, o sr. saberia dizer por onde anda?!”, comentou outro.

Outro motivo de crítica foi a escalada de Moro, que teria aceitado o cargo com a condição de que Bolsonaro o indicasse a uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF).

“Preocupante mesmo é saber que tínhamos um juiz PARCIAL, que vendeu sua alma para ter uma cadeira no STF”, tuitou seguidora.

Sergio Moro@SF_Moro · 10hRespondendo a @SF_Moro

Leio, na decisão do Juiz, a referência a 5.616 ligações efetuadas pelo grupo com o mesmo modus operandi e suspeitas, portanto, de serem hackeamentos. Meu terminal só recebeu três. Preocupante.

CRVG 2019 … Lu @LuSobrinho1975

Preocupante mesmo é saber que tínhamos um juiz PARCIAL, que vendeu sua alma para ter uma cadeira no STF.7714:11 – 24 de jul de 2019Informações e privacidade no Twitter Ads62 pessoas estão falando sobre isso

Com Informações do Fórum

BNC Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.