RIO DE JANEIRO – O Vasco foi até o Paraguai na busca por um lateral-direito e trouxe Raúl Cáceres, que rapidamente se encaixou no time e tem sido uma peça importante no esquema do técnico Alberto Valentim. Até aqui, foram oito jogos com a camisa cruzmaltina e três assistências para gol, sendo o líder do elenco neste quesito. O número é ótimo, já que em 2018, o líder do quesito foi Maxi López, com seis.

– Estou me sentindo muito bem aqui no Vasco. Os companheiros me ajudaram muito para que eu me adaptasse o mais rápido possível aqui no futebol brasileiro. Acho que ainda falta para chegar num nível melhor. Partida a partida, jogo a jogo eu vou melhorando. O time também está crescendo. Acho que estamos num bom caminho – disse o camisa 2. 

Se dentro de campo o jogador já se mostra muito bem adaptado, fora dele ainda tem algo que o paraguaio vem se acostumando. O calor do Rio de Janeiro, por exemplo, foi uma questão nas entrevistas concedidas por Cáceres após o empate em 1 a 1 com o Botafogo, no Nilton Santos, pela Taça Rio:

– É complicado. É muito calor. Horário de verão já acabou, mas o calor é igual. Mas estou me adaptado bem. Como já falei, os companheiros estão me ajudando muito e cada dia estou me sentindo melhor para conseguir ter uma boa sequência e ajudar a equipe. 

BNC Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.