GRANDE ILHA – O Governo do Maranhão garantiu as doses para início da vacinação dos trabalhadores da construção civil contra a Covid-19. A imunização, coordenada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), começou nesta quarta-feira (26), às 8h, no Hospital da Ilha, na Avenida São Luís Rei de França, Olho d’Água. O governador Flávio Dino acompanhou o começo da imunização dos trabalhadores da área da construção.

“Estamos reforçando a vacinação, uma vez que temos uma necessidade adicional no Brasil, pois vemos uma cepa proliferando e nos atinge, mas temos um papel decisivo com a vacinação. Os trabalhadores da construção civil não pararam e estão sendo decisivos no enfrentamento da pandemia, pois todas as obras de saúde dependem dessa ação concreta todos os dias. Por isso, avançamos na imunização e priorizando as regras do Plano Nacional do Ministério da Saúde”, frisou o governador Flávio Dino.

Esta etapa foi voltada aos trabalhadores que atuam na obra de construção do Hospital da Ilha, totalizando 200 pessoas vacinadas nesta quarta-feira. Ao todo, cerca de 300 profissionais trabalham no local.

O secretário adjunto da SES, Carlos Vinícius, reforçou que “o início da vacinação, na obra simbólica do Hospital da Ilha, leva doses de esperança aos profissionais que estão construindo a unidade hospitalar, garantindo, com essa imunização, mais segurança a estes profissionais”.

O trabalhador Frederico de Sousa, 25 anos, ficou satisfeito com a campanha. “Só tenho a agradecer que, com a idade que estou completando hoje, já consegui vacinar e estou muito feliz. Agradeço ao governador Flávio Dino e que os dias que venham sejam ainda melhores. Só tenho a agradecer”, disse ele, que foi o primeiro vacinado na obra.

Trabalhadores da construção civil começaram a ser vacinados no Maranhão (Foto: Handson Chagas)

Trabalhadores da construção civil começaram a ser vacinados no Maranhão (Foto: Handson Chagas)

Na função de encarregado, Edvaldo Martins pontuou que “foi um privilégio a vacina ter sido antecipada para minha idade, devido minha profissão e estou muito satisfeito e honrado por essa oportunidade que muitos esperam”.

Também acompanharam o início da vacinação dos trabalhadores da construção civil, o secretário de Estado de Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto, e a subsecretária da SES, Karla Trindade.

Os trabalhadores da construção civil foram incluídos na vacinação como grupo prioritário, conforme o Plano Nacional de Imunização (PNI). A categoria permaneceu em atividade durante toda a pandemia e foi crucial na construção, reformas e adequações das unidades de saúde, para atendimento de pacientes vítimas do coronavírus.

A imunização da categoria inicia pelas grandes obras e tem auxílio das empresas na organização do público. Em parceria com as prefeituras, serão definidos pontos de vacinação para trabalhadores autônomos e eventuais. A comprovação será com apresentação de documentos que demonstrem o exercício da atividade, a exemplo de carteira de trabalho, recibos e afins, comprovando vínculo com a construção civil.

Planejamento

Durante esta quarta-feira, uma reunião entre representantes do Governo do Estado e da Prefeitura de São Luís vai definir as estratégias da busca aos profissionais da construção civil para imunização, sendo as grandes obras com a gestão estadual e os trabalhadores autônomos com a gestão municipal.

O governador Flávio Dino anunciou, ainda, a inclusão de outros públicos, previstos no PNI, e de pessoas com menos idade a serem alcançadas com a vacinação contra Covid-19, como a imunização de profissionais nas indústrias que terá início nesta quinta-feira (27).

BNC Cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.