GRANDE ILHA – No início do mês de setembro foi demitido o diretor administrativo e clínico da UPA do Maiobão, juntamente com mais 05 (cinco) cargos comissionados dessa Unidade.

Foram nomeados novos diretores para esses cargos. Enquanto os funcionários imaginavam que com os novos administradores traria paz e harmonia naquela unidade de saúde, para surpresa de todos os médicos antigos que ali prestavam serviços por muitos anos foram demitidos sem nenhuma justificativa. Desde então os diretores estariam supostamente segundo denúncias dos funcionários implantando clima de terror aos mesmos, com seguidas ameaças de demissão àqueles que não concordarem com suas gestões.

Segundo relatos os novos diretores que não importa de quem seriam as indicações para exercerem suas funções, nem mesmo governador do estado ou do secretário de saúde ou até mesmo de outra autoridade,  pois estariam com carta branca dada pelo diretor presidente e do diretor clínico da empresa EMSERH para demitirem quem quer que sejam os funcionários. Com isso os colaboradores estão se sentindo ameaçados, trabalhando sob pressão caracterizando um possível assédio moral por parte destes diretores daquela unidade.

Caso seja verídica essa denúncia, lamentamos profundamente que isto esteja ocorrendo sem nenhuma providência tomada por parte do governo do estado e da Secretaria de Saúde do Estado. Já que esta empresa foi contratada para prestar serviço de qualidade à população luminense.

Com certeza a população carente e necessitada de atendimento na saúde  está decepcionada com o trabalho que vem prestando de forma inadequada à população desta cidade por parte da unidade, e mais triste ainda, de ouvir dos funcionários supostos maus-tratos e humilhação por parte dos atuais diretores. Pois, temos certeza que não é esta política que o governador prega para atender os anseios dos maranhenses, já que está empresa presta serviço em nível de estado.

Fonte: Blog do Lourival Oliveira

BNC Municípios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.