TERESINA – O pistoleiro Jhonathan Sousa da Silva afirmou que vai revelar no próximo dia 28 de novembro, quando será julgado pelo Tribunal do Júri de Teresina (PI), o nome do verdadeiro mandante do assassinato do vendedor de carros Fábio Brasil, ocorrido em março de 2012 na Avenida Miguel Rosa, no centro de Teresina

Ele também irá revelar ao Conselho de Sentença que o empresário José Raimundo Charles Junior, o bolinha, foi quem agenciou seus serviços para o verdadeiro mandante do crime.
As informações foram confirmadas pelo Portal do Itaqui-Bacanga na manhã desta quarta-feira (25) durante conversa por telefone com advogado Berilo Freitas, que defende os acusados Jhonathan Sousa Silva e Elker Farias Veloso

“Jhonathan me disse de forma categórica que irá revelar durante a sessão do Tribunal do Júri de Teresina, que está prevista para o próximo dia 28 de novembro, o nome da pessoa que mandou ele matar o empresário Fábio Brasil. Ele também adiantou que irá reafirmar que foi o Junior Bolinha que o agenciou para o mandante” confirmou o advogado.

Ainda segundo o advogado, Jhonathan também afirmou que vai dizer ao Conselho de Sentença que os agiotas Gláucio Alencar Pontes de Carvalho e José de Alencar Miranda de Carvalho não têm qualquer envolvimento com o crime. Ele já havia dito em depoimento anterior à Justiça.

“Em sede de audiência de instrução Jhonathan já havia dito que Gláucio e José Miranda não participaram da empreitada criminosa e agora ele me disse que vai reafirmar ao conselho de sentença que os dois não tiveram qualquer participação neste crime, ” revelou.

Outro que não teve participação, segundo o pistoleiro, foi o capitão da Polícia Militar do Maranhão, Fábio Aurélio Saraiva Silva, o Fábio Capita.

O julgamento de Jhonathan estava previsto para esta quinta-feira (26) em Teresina, mas foi adiado a pedido do Ministério Público, que alegou não ter localizado duas testemunhas importantes arroladas no processo.

Jhonathan Silva foi pronunciado a júri em setembro de 2016 pelo juiz Antônio Reis de Jesus Nolleto da 1º Vara do Tribunal do Júri de Teresina (PI). 

Fonte: Portal Itaqui Bacanga

BNC Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.