BRASÍLIA – Após uma denúncia da Abraço Brasil à Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão sobre a cobrança de taxas abusivas por parte do Ecad às rádios comunitárias, o escritório procurou o presidente da entidade, Geremias dos Santos, no intuito de ensaiar um acordo. Segundo Santos, ainda não há nada oficial por parte da organização que arrecada direitos autorais no país, entretanto, ele afirmou estar aberto ao diálogo. “Não sei o quanto avançaremos neste assunto, porém, a única certeza que tenho é que não podemos mais seguir como está. Uns pagando valores enormes, outros nada e aí sendo acionados na Justiça”, pontuou.

Conforme o representante das emissoras comunitárias do país, é evidente que o Ecad está sentindo a pressão que o movimento de radiodifusão comunitária está fazendo e, por isso, tem mostrado disponível à novas discussões. “A nossa denúncia e também a mobilização que fizemos na última votação na Câmara têm mostrado o quanto somos fortes e que queremos modificar o atual cenário, que é completamente confuso e arbitrário”, afirmou.

O Ecad informou que realizará amanhã (23) uma assembleia com as sete associações que administram o órgão e, em seguida, encaminharão uma proposta para a Abraço Brasil apreciar. “Assim que tivermos algo em mãos vamos submeter a todos os nossos associados, para que possamos decidir conjuntamente o que é melhor”, finalizou.

BNC Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.