GRANDE ILHA – O deputado estadual Duarte Jr., presidente da Comissão Parlamentar de Direitos Humanos e das Minorias, realizará o “1º Diálogo com Movimentos Sociais”, nesta terça-feira, dia 26 de março, às 15h, no Auditório Gervásio Santos (Plenarinho), na Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão.

Participarão do evento representantes de segmentos em situação de fragilidade social e pessoal no Estado, como mulheres, crianças e adolescentes, consumidor, população negra, povos indígenas, idosos, LGBTQ+, pessoas com deficiência, pessoas em situação de rua, sindicatos de trabalhadores urbanos e trabalhadores rurais assentados, além de autoridades como o secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves.

Segundo o deputado estadual Duarte Jr, o objetivo do encontro é construir de forma coletiva uma agenda estadual de ações e projetos que garantam a devida defesa dessas populações. “Muitos desses cidadãos têm negados seus direitos mais básicos, como o direito de identidade psíquica e social, o direito à moradia, ao trabalho e o direito de locomoção. Vamos ouvir os movimentos sociais e fazer tudo ao nosso alcance para que o Maranhão seja modelo na garantia e defesa dos direitos humanos”, informa Duarte Jr.

Tristes números

Uma das medidas adotadas deve ser o endurecimento do combate à violência contra as mulheres, negros e jovens. De acordo com documento do Ministério Público do Estado do Maranhão, somente no ano de 2018, foram registradas 43 ocorrências de feminicídio no Estado. Já o Atlas da Violência 2018 mostra que a taxa de homicídios de negros no Estado cresceu 114,9% de 2006 a 2016. Quanto aos jovens, o Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência demonstra que um jovem negro no Brasil tem 2,7 mais chances de ser vítima de homicídio do que um jovem branco.

BNC Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.