SÃO PAULO – Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, o atual nível da taxa de câmbio veio para ficar e é um bom patamar, dado que confere competitividade ao Brasil. “Faz com que as exportações possam caminhar apesar de o mundo não estar em seu melhor momento”, disse Skaf ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Para ele, o câmbio veio para ficar em torno dos R$ 4,00 por dólar. “É um câmbio que não atrapalha a atividade interna”, disse o presidente da Fiesp.

Para a taxa básica de juro, a Selic, Skaf disse que espera mais um corte de 0,5 ponto porcentual na quarta-feira, 11, para 4,50%.

Skaf conversou com a reportagem durante almoço de fim de ano da Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos (Abimaq).

BNC Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.