TOKIO – Com um ano de atraso, começaram os 32ºs Jogos Olímpicos da Era Moderna. Tóquio recebe as competições pela segunda vez em sua história – a primeira foi em 1964, e pela primeira vez as Olimpíadas ocorrem em um ano ímpar.Serão os Jogos da pandemia, tanto nos riscos de contaminação entre atletas, membros das delegações e imprensa, quanto nas marcas que, segundo especialistas, não se transformarão em recordes históricos, pela falta de preparação adequada dos competidores.

Mas Olimpíada é Olimpíada e os olhos do mundo estarão todos voltados para a capital japonesa, à espera de shows de nomes como Simone Biles, Caleb Dressel, Eliud Kipchoge, Gabriel Medina, e as seleções norte-americana de basquete e brasileiras de vôlei e futebol.Os Jogos Olímpicos são a maior manifestação esportiva do planeta. Então vale a pena recordar algumas curiosidades do evento.

Em primeiro lugar, apesar de estarmos oficialmente na edição 32, ocorreram apenas 28 Olimpíadas, pois as edições 6, 12 e 13, durante as duas primeiras guerras mundiais, foram canceladas, mas a contagem não foi interrompida.Outra curiosidade é que, de 1912 a 1948, os Jogos Olímpicos abrangiam também competições culturais, que davam medalhas para pintores, escultores, músicos, arquitetos e escritores.

Medalhas de ouro que, na verdade, são de prata. Isso mesmo, as tão cobiçadas medalhas para o vencedor são feitas quase inteiramente de prata e apenas revestidas de ouro. São 556 gramas, dos quais apenas 6 são realmente de ouro. A última Olimpíada em que as medalhas de ouro eram totalmente de ouro foram as de 1912. Já a medalha de bronze é 95% cobre e 5% zinco.Em todas as edições, o desfile dos atletas na cerimônia de abertura inicia com a delegação da Grécia e termina com a do país-sede, intercalado por todos os demais em ordem alfabética, de acordo com a forma como o país anfitrião escreve.

A Tocha Olímpica, na verdade, são duas tochas: uma que fica acesa durante todo o evento, e outra reserva que também já fica acesa desde o início. Caso a primeira seja apagada, esta segunda ocupa o posto.O espírito olímpico impede a realização de modalidades a motor, ou outras engrenagens a combustão ou força-motriz extra-humana, mas modalidades totalmente impensáveis nos dias de hoje, como duelo de pistola e tiro ao pombo vivo já fizeram parte do calendário.Assim como é impensável aceitar que apenas a partir dos Jogos Olímpicos de 2012, isso mesmo, nove anos atrás somente, é que todos os países enviaram atletas mulheres.

POR Paulo Pellegrini

BNC Esportes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.