GRADE ILHA Na manhã desta sexta-feira, 17, foi realizada uma sessão extraordinária do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) para tratar de questões relevantes como a retomada do período acadêmico 2020.1 para setembro deste ano, via ensino híbrido. Na reunião, 45 aprovaram pela votação imediata da pauta, cinco votaram para adiar o sufrágio e quatro se abstiveram. Em seguida, 41 votantes aprovaram a retomada do período acadêmico 2020.1, com quatro votos contrários e quatro abstenções.

Na sessão, foram discutidas as medidas de diminuição dos impactos causados pela pandemia da covid-19, sendo a principal delas a reposição do período acadêmico com utilização do ensino híbrido, que é constituído de estudos presenciais e remotos. Também foram debatidas medidas de segurança pós-pandemia, acessibilidade, inclusão digital e ensino remoto. “A universidade tem comprometimento, acima de tudo, com a vida dos que fazem parte dela”, enfatizou o reitor da UFMA, Natalino Salgado.

Entre os assuntos falados, a diminuição de oferta de disciplinas práticas no período 2020.1 foi vista como uma alternativa de flexibilização de ensino, diminuindo o fluxo na Universidade. Para o ensino híbrido, a ideia é estimular a inclusão digital dos estudantes que não possuem recursos por meio de algumas ações, como o empréstimo de tablets pela Universidade.

Para que tudo esteja pautado nas medidas de segurança e higiene, a UFMA estabeleceu parcerias e busca mais colaboradores para fornecer aos estudantes os insumos necessários. Além disso, a situação de pagamento dos bolsistas da Instituição seguirá estável, como desde o início da pandemia.

BNC Educação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.