GRANDE ILHA – Vencedoras da primeira edição do campeonato que se encerrou no último domingo, as dez atletas do time de vôlei feminino da UFMA foram recebidas pelo reitor Natalino Salgado na tarde desta quinta-feira, 23. “Essa conquista é fruto do nosso esforço e espírito de equipe, pois, no passado, tivemos alguns conflitos com a Universidade que trouxeram insatisfações para a gente. Mas tudo isso é recompensado pelo nosso desempenho em quadra e pelo resultado final que nos rendeu a medalha de ouro”, explicou a atleta Eloísa Maciel, do curso de Educação Física.

A estudante relembrou as dificuldades que o time enfrentou por falta de incentivo da instituição no passado. O compromisso de apoio futuro ao esporte foi reforçado pelo diretor de Esporte e Lazer da UFMA, Flávio de Oliveira Pires. “Tenho certeza de que o futuro do nosso esporte universitário será o melhor possível. Até agora, as nossas seleções de esporte não vinham tendo nenhum incentivo ou apoio. Por meio da implantação da nossa diretoria, pelo reitor Natalino Salgado, buscaremos novas formas de reconhecer o esporte da UFMA, valorizando as seleções, incentivando os atletas, buscando parcerias e tomando para nós o papel de unir novamente o esporte, garantindo uma representatividade nacional”, declarou Pires.

O compromisso do diretor de esporte e lazer foi reforçado pelo pró-reitor de Assistência Estudantil (Proaes), Leonardo Soares, ao reafirmar que a nova gestão inovou mais uma vez frente à assistência estudantil da Universidade, criando a Diretoria de Esporte e Lazer, que hoje é chefiada por um professor do departamento de Educação Física, conhecedor da área e das necessidades dos estudantes esportistas. “Desde que assumimos a Pró-reitoria, estamos valorizando nossos atletas, lutando para organizar a seleção da UFMA. Tudo indica que, até o final de março, faremos a convocação oficial para reconhecer nossos estudantes como atletas da Universidade, constituindo um escritório para a seleção do esporte com assessorias jurídica, nutricional, de saúde e fisioterapia, conduzidas por alunos estagiários. A ideia é colocar o esporte como evidência interna e externa na Universidade”.

Para o técnico do time, James Silva, é uma alegria receber o carinho de suas atletas, lembrar tudo que passaram para chegar até aqui e na certeza de que ainda há muito trabalho pela frente. “Ano passado, disputamos a final, mas ficamos com o vice-campeonato. Então faltava algo mais, precisávamos nos movimentar em direção a melhores resultados. Graças a Deus e ao empenho dessas meninas, ano passado subimos várias vezes ao pódio em todas as competições e, este ano, iniciamos com o pé direito. Aqui conseguimos aprender, crescer, e essa vitória é uma forma de agradecimento à instituição que nos formou”, declarou.

“Esse feito muito nos honra e leva o selo de qualidade da UFMA. Uma Universidade é sempre uma obra inacabada, precisando estar em constante renovação. Devemos ser o modelo para outras instituições, justificando o investimento que a sociedade faz para um ensino de qualidade. Nessa nova estrutura, a administração tem pessoas experientes e jovens, a exemplo do Leonardo, o mais jovem pró-reitor da nossa Universidade, escolhido para dialogar com os jovens de igual para igual. Estou entusiasmado com nosso futuro e sei que faremos muito mais”, finalizou o reitor.

Com Informações DCOM/UFMA

Foto: DCOM/UFMA


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.