Vereador Honorato Fernandes cobra a CEMAR e Prefeitura quanto a situação de postes na Africanos e pede apuração responsável de denúncias contra a SEMFAZ em pronunciamento

GRANDE ILHA – Na manhã desta segunda-feira (03), utilizando a tribuna da Câmara Municipal de São Luís, o vereador Honorato Fernandes (PT) cobrou o cumprimento de acordos feitos, por meio de seu mandato, com a Prefeitura de São Luís e a CEMAR. Do Executivo Municipal, cobrou ainda ações na área de infraestrutura e esclarecimentos com relação aos rumores de um suposto esquema envolvendo a Secretaria Municipal de Fazenda e a máfia fiscal.

Com relação ao acordo realizado, por meio de seu mandato, com a Prefeitura de São Luís e a CEMAR, o parlamentar esclareceu que, há aproximadamente um ano, ele esteve com o ex-secretário de urbanismo Diogo Lima, acompanhando uma intervenção realizada de forma incorreta pela CEMAR na Avenida dos Africanos. A intervenção consistia na instalação de uma linha de postes ao longo da via. O equivoco se deu, segundo o parlamentar, pois ”algumas instalações foram realizadas no meio do calçadão, comprometendo a mobilidade dos pedestres que circulam pela região, bem como o visual paisagístico da cidade”, afirmou Honorato.

De acordo com o vereador, a vistoria foi feita, a fim de constatar in loco o problema em questão. Ao final da vistoria, os técnicos da companhia energética reconheceram que os postes de algumas instalações não estavam bem posicionados e se comprometeram a apresentar um novo projeto, considerando os aspectos e urbanísticos e de mobilidade.

Entretanto, segundo Honorato, até hoje nada foi feito a fim de reparar a instalação realizada de forma incorreta, por isso, uma ação será ajuizada para cobrar o cumprimento do acordo. “Esta semana, entraremos com uma ação contra a Prefeitura e a CEMAR, cobrando a devida medida legal para que o reparo da obra seja realizado”, disse o vereador.

Infraestrutura

A falta de infraestrutura em algumas comunidades da zona rural também pontuada pelo parlamentar. Em seu pronunciamento, Honorato afirmou que a prefeitura está em falta com as comunidades do Cajueiro, Cajupe e Rio Grande. Nesta última, uma das avenidas está completamente comprometida, elevando o risco de acidente na área.

“Não é de hoje que faço essa cobrança. Já denunciei por meio de fotos nas redes sociais, já falei com secretário, mas a situação continua do mesmo jeito. A questão não é só a trafegabilidade do local que está comprometida, mas o alto risco de acidente que o problema traz”, destacou.

Denúncia SEMFAZ

Outro tema abordado por Honorato durante o pronunciamento foi o suposto esquema de sonegação fiscal envolvendo empresas que teriam causado perdas aos cofres do município que ultrapassam os R$200 milhões. O parlamentar defendeu a apuração responsável das denúncias antes de atribuir qualquer juízo de valor aos envolvidos no caso.

“Precisamos ter acesso ao conteúdo real dessas denúncias, para que não corramos o risco de sermos levianos, mas também não corramos o risco de sermos omissos em ajudar o prefeito a intervir em qualquer distorção que possa estar acontecendo”, afirmou Honorato, que finalizou a fala ratificando a confiança na idoneidade do prefeito e no trabalho do secretário de governo, sem descartar, no entanto, a importância da averiguação dos fatos.

 “Tenho certeza da honestidade do prefeito e acredito no trabalho do secretário Lula. Mas não se pode deixar fechar os olhos para os fatos que estão sendo apresentados. Por isso, eles precisam ser averiguados, a fim de que não cometamos nenhuma injustiça ou omissão”, finalizou.

BNC Cidade

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*